Hiroshi Bogéa On line

Salame garante pagamento de Vale Alimentação de novembro e dezembro, e salários de novembro e janeiro -, até dia 30 de janeiro.

 

 

reuniao com sindicatos3

Terminou há poucos instantes reunião do prefeito João Salame com os sindicatos dos servidores da Saúde (Sintesp), Educação (Sintepp), Sindmepa (Sindicato dos Médicos do Pará) e Servidores Municipais (Servimar) (foto) .

Na segunda reunião, ficou decidido que a prefeitura fará o o pagamento do Vale Alimentação de novembro para todos os que estavam na folha, e do mês de dezembro apenas para os concursado, até o dia 30 de janeiro, podendo ocorrer essa quitação até bem antes.

Também ficou certo o pagamento do salário de novembro agora no dia 22,  e do mês de janeiro no dia 30.

Salame também quer pagar até no dia 10 de fevereiro o Vale Alimentação de janeiro.

Durante a reunião vários pontos e propostas foram discutidos. Algumas, por motivos legais ou burocráticos foram, de momento, descartadas.

Avançou´se, todavia, na  proposta apresentada pelo prefeito João Salame de negociar com o Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal a abertura de um empréstimo, no valor total dos vales em atraso e salário, para os servidores.

Ou seja, o servidor recebe de uma vez só todos os atrasados. Esse valor seria parcelado e pago mensalmente pelo servidor, com a prefeitura depositando a quantia. A ideia agradou a todos.

Segundo o prefeito, o Banco do Brasil já sinalizou de forma positiva.

Já no final da reunião,  representantes da Caixa chegaram à prefeitura para uma audiência com o prefeito, oportunidade na qual participaram da discussão com os sindicatos, ouvindo a proposta formalizada. “É a saída mais viável para resolver em curto prazo essa situação”, propôs Salame.

A maior preocupação dos sindicatos, nesse momento, principalmente da Saúde e dos Servidores, é sanar a questão do Vale Alimentação. Segundo eles, já existem servidores passando fome. Outra preocupação é quanto aos empréstimos consignados.

Como a gestão passada rescindiu o contrato com o Banco do Brasil, a instituição passou a descontar diretamente da conta do servidor. Como já são dois meses de salários atrasados, eles temem que muitos colegas fiquem sem salário, porque o banco vai cobrar, além das parcelas atrasadas, também os juros.

Quando a isso, Salame informou que entrou em contato com o BB e o banco disse que vai montar uma força tarefa para negociar com cada servidor que estiver nessa situação, para encontrar uma maneira de sanar o problema.

Nova reunião ficou marcada para a próxima segunda-feira, dia 21, com o objetivo de avançar mais na discussão ou mesmo fechar a pauta sobre os salários atrasados e o vale com os sindicatos.

 

Com informação  também da Ascom

Post de 

22 Comentários

  1. ex contratada

    16 de janeiro de 2013 - 17:43 - 17:43
    Reply

    No caso dos contratados que ficaram sem receber os vales e que agora sairam, como fica a questão do empréstimo? a prefeitura vai ter que manter essas pessoas para poderem pagar os empréstimos??????

  2. JBS

    16 de janeiro de 2013 - 09:02 - 9:02
    Reply

    Bom dia Hiroshi, obrigado pelo esclarecimento do emprestimo abraços.

  3. anonimo

    15 de janeiro de 2013 - 18:45 - 18:45
    Reply

    caro hiroshi,

    Com relação ao empréstimo no BB, como servidora eu não concordo que o empréstimo seja feito em nosso nome, mesmo que seja para a prefeitura pagar, pois o nome do servidor ficará penhorado no BB, e quando agente precisar de um emprestimo para outros fins? Penso que esse assunto deverá ser consultado junto a todos os servidores.A Prefeitura é quem tem que fazer o empréstimo em seu proprio nome e não no nome do servidor… isso é fora de lógica!!

  4. bom senso

    15 de janeiro de 2013 - 18:45 - 18:45
    Reply

    Joao Salame Exmo Sr. prefeito estou orgulhoso com o teu desempenho, diante do início bem sucedido. em breve espero fazer parte do seu quadro de servidores. pois sou classificado no concurso público. e terei prazer em fazer parte do sua equipe abraço, aguardarei com paciência !

  5. Sônia Sacramento

    15 de janeiro de 2013 - 16:59 - 16:59
    Reply

    Todo esse empenho do atual prefeito só diz respeito a um assunto: Ele não pretende enricar às nossas custas, nem do restante do povo, pois ele não tem essa necessidade, graças a Deus.

  6. rakel

    15 de janeiro de 2013 - 15:25 - 15:25
    Reply

    Posso dizer que nossa Marabá tera um futuro brilhante, porque fazer o que o Prefeito tá fazendo em 15 dias, isso é coisa de quem tem administração no sangue, recebeu uma prefeitura totalmente acabada e sem dinheiro, meu Deus! será como é que ele ta se virando, a cidade já esta ficando um brilho, e ainda vair entrar dinheiro nas contas do povo, dinheiro que o governo passado deixou de pagar, Esse cara é mesmo nota mil.

  7. ze

    15 de janeiro de 2013 - 14:42 - 14:42
    Reply

    Essa idéia do empréstimo é interessante, mas eu como servidor desta prefeitura não concordo de ter meu nome atrelado a um empréstimo ao qual não solicitei e nem tenho vontade de tê-lo. Desta maneira ficamos refém da administração municipal. Sem querer ser uma pessoa muito desconfiado, quem garante que os repasses do empréstimo não irão atrasar ou deixar de serem feitos, como na administração anterior, em que os consignados eram descontados no contra cheque e não repassados aos bancos.

  8. Claudio

    15 de janeiro de 2013 - 14:23 - 14:23
    Reply

    ignore o comentario anterior

  9. Claudio

    15 de janeiro de 2013 - 14:18 - 14:18
    Reply

    gostaria de entender a historia do emprestimo no BB para os vales atrasados, o texto sugere que nos servidores teremos que pagar?
    ou eu entendi errado.

    • Hiroshi Bogéa

      15 de janeiro de 2013 - 14:35 - 14:35
      Reply

      Cláudia, repetindo o que já foi dito a outro comentarista: a prefeitura é quem pagará, depositando mensalmente na conta do servidor o valor da parcela. Essa operação só pode ser feita diretamente na conta do servidor, por ser um crédito consignado. Quem pagará é a prefeitura.O servidor apenas repassará o valor da parcela mensal ao banco, sacou?

  10. JBS

    15 de janeiro de 2013 - 14:00 - 14:00
    Reply

    Ou seja, o servidor recebe de uma vez só todos os atrasados. Esse valor seria parcelado e pago mensalmente pelo servidor, com a prefeitura depositando a quantia. A ideia agradou a todos.

    Boa tarde, Hiroshi não entendi esse paragrafo acima se o banco liberar o emprestimo junto a PMM o servidor receberá de uma só vez até tudo bem, mais como o servidor vai parcelar e pagar mensamente um dinheiro que é seu de direito pelo trabalho realizado como servidor público.

    • Hiroshi Bogéa

      15 de janeiro de 2013 - 14:13 - 14:13
      Reply

      JBS , na verdade, a prefeitura é quem pagará, depositando mensalmente na conta do servidor o valor da parcela. Essa operação só pode ser feita diretamente na conta do servidor, por ser um crédito consignado. Quem pagará é a prefeitura.O servidor apenas repassará o valor da parcela mensal ao banco, sacou?

  11. Josenilson Silva

    15 de janeiro de 2013 - 12:10 - 12:10
    Reply

    Sinceramente interpretação não é para todos, a medida emergencial seria os servidores que o prefeito mesmo assume que tem famílias passando fome, entendam que isso é traumático, esses servidores estão indo trabalhar sem dinheiro de passagem, sem pagamento e sem alimentação, não sou leviano para culpar um cara que está entrando agora na prefeitura e está tentando corrigir os erros enormes do ex prefeito, sei que avanço-se muito, também sei que o diálogo é essencial, mas contornar a situação com a liberação de passagens e vale alimentação, o pagamento pode seguir as datas mencionadas.
    Hoje li um determinado jornal que haverá o pagamento de dois meses de vale alimentação, se acontecer, parabenizo e digo que a partir dessa atitude terás mas tranquilidade para debater esse complexo assunto, e seguir negociando, os servidores estão escaldados, digo até traumatizados.
    Portanto, aos críticos digo que deveriam interpretar melhor as palavras, e discernir o que elas querem dizer, não estou dizendo que a PMM tem rios de dinheiro, sabemos como o ex-prefeito irresponsável deixou o município, mas não podemos nos agarrar nisso, temos que apagar essas coisas ruins, o Salame foi eleito porque acreditaram que podia sistematicamente melhorar, tirar a cidade desse buraco.
    Sugiro que intercalem reuniões que são necessárias, com pagamentos de algum benefício aos servidores, procurando amenizar a incompetente administração do ex-gestor.

  12. Bom senso

    15 de janeiro de 2013 - 11:54 - 11:54
    Reply

    Uai, quem e do ES e capixaba? o Maurino é capixaba no é?????????????????????

  13. Bom senso

    15 de janeiro de 2013 - 11:51 - 11:51
    Reply

    Se o Maurino Magalhaes tiver no estado do ES vai sair de correndo…

  14. Bom senso

    15 de janeiro de 2013 - 11:49 - 11:49
    Reply

    parabens Paulo sarmanho pela educacao na expressao, o “anonimo” ta interpretando o Josenilson de maneira radical o tema que ele levantou era pra ser discutido com esclarecimentos entre nos leitores de forma humana e nao como animais inracionais, dando “coice” ate por que ele se sensibiliza com a carencia dos servidores, mais concordo o mesmo “anonimo” agradece o empenho do novo gestor parabens pra ele por este ponto e reintero no tema que o J.S de fato nao tem como fazer melhor que isso. se o J.S conseguir pagar os servidores da forma e o prazo estipulado, ele vai ta operando milagres, vamos torcer por isso…
    Abracos!

  15. Paulo Sarmanho

    15 de janeiro de 2013 - 01:13 - 1:13
    Reply

    Agir rapidamente como, Josenilson? Sem dinheiro para coisa alguma. Coloque-se no lugar do prefeito por 24 horas. Vai fazer dinheiro de que maneira? E, como já lembraram acima, o governo do novo prefeito só tem 13 dias. Um abraço!

  16. Anônimo

    14 de janeiro de 2013 - 22:48 - 22:48
    Reply

    Josenilson acho que voce não deve ter morado em Marabá nos últimos 4 anos para estar fazendo esse comentário. Meu rapaz sou funcionário público hoje estou na gestão e tô vendo o rombo que este homem que se disse prefeito fez na administração pública. Limpou tudo que tinha, deixou a secretaria de saúde só o bagaço, sem um tostão, carros quase todos sucateados,etc…etc… sem falar nos rombos em todas as outras secretarias. E voce quer que o atual prefeito em apenas 13 dias de mandato não se reuna para tomar pé desse tsuname? Me poupe, seja uma pessoa inteligente e razoável, que pelo visto é querer demais de voce né!

  17. Anônimo

    14 de janeiro de 2013 - 22:42 - 22:42
    Reply

    Escuta aqui, Josenilson Silva, mais agilidade do que está havendo? Em menos de 15 dias resolver um problema que envolve milhoes de reais é demorado? Eu sou servidor e posso falar do sofrimento que passamos. Jamais imaginavamos que esses atrasados fossem resolvidos na rapidez que está sendo. O negócio é que alguns, como tu, acham que tudo é fácil, e que os novos governantes devem resolver num piscar d eolhospendencias que se arrastam ha meses. Nao é por ai, rapaz. Deixa de criticar e incentiva quem está procurando resoilver a confusão que se armou nesta cidade. É isso.

  18. Josenilson Silva

    14 de janeiro de 2013 - 22:29 - 22:29
    Reply

    Tá bom anônimo ” Indivíduo obscuro, sem nome ou renome”, como eu falei houve sim uma evolução,mas deveria se colocar no lugar desses servidores, reuniões são importantes para que se tenha um norte, não que se torne um hábito, acho que tem que começar a agir na prática.
    Não se esqueça que esses servidores vão para o terceiro mês sem salários, para o oitavo mês sem vale alimentação, então não venha me falar em acompanhar o dia a dia, isso é com vocês eu não tenho obrigação de fazer isso, só estou abrindo um debate para que tenham agilidade quando se trata de comida na mesa de pessoas humildes, e aluguéis para serem pagos, etc.
    Portanto,ao invés de ter chiliques deveria se sensibilizar com a causa dos que há meses estão sofrendo sem salários e vales alimentação, e nem fale do passado, pois está mais do que comprovado o desastre que foi o governo anterior, mas já passou, o que devem fazer é responsabilizá-lo pelo caos, mas servidores públicos não tem nada a ver com isso.

  19. Anônimo

    14 de janeiro de 2013 - 22:07 - 22:07
    Reply

    Esse Josenilson Silva nao deve esta acompanhando o dia a dia do novo governo. ei, cara, os avanços estao surgindoi porque o pessoal que assumoiu a prefeitura é de dialogar. A prova está ai com os sindicatos que nos representam na prefeitura. Se o prefeito nao estivesse discutindo com eles em duas reuniões seguidas, nao estariamos agora recebendo essa boa notícia. Para de falar bobagem, ota.

  20. Josenilson Silva

    14 de janeiro de 2013 - 22:03 - 22:03
    Reply

    Que houve um avanço na estrutura administrativa não tenho dúvidas, mas já está na hora de tomar medidas práticas, chega de reuniões, como esse conceituado blog relatou, tem servidor da PMM passando fome, isso demanda pressa, agilidade, se continuar esse discurso, as pessoas vão continuar na mesma situação e a resolução para o impasse fica cada vez mais complexa.
    Entendo que já chega de reuniões, agora é arregaçar as mangas e agir.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *