Salame esclarece

Publicado em 3 de fevereiro de 2011

Do deputado João Salame (PPS):

Meu caro Hiroshy

Vamos esclarecer algumas coisas para alguns anônimos maledicentes e, principalmente, para a opinião pública. A lei proíbe que eu assuma dois cargos a partir de mandatos eletivos. Pra eu assumir a prefeitura teria que renunciar ao mandato de deputado. Porque motivo eu iria assumir a prefeitura por poucos dias e renunciar a 4 anos de mandato de deputado? Não só eu perderia, mas a sociedade, em especial o povo de Marabá e de nossa região que perderia um deputado. Por isso esperei o julgamento do Mandado de Segurança impetrado pelo prefeito. Se ele não fosse reintegrado ao cargo eu assumiria. Porque? Eu não tomaria posse como deputado no último dia 1o. A lei me permite tomar posse em até 60 dias. Nesse período eu assumiria a prefeitura e aguardaria a manifestação da Justiça Eleitoral sobre o processo do prefeito. Como ele foi reintegrado e avalio que nesse período de 60 dias ele não será cassado novamente decidi assumir o mandato de deputado. Se a Justiça afastar em definitivo o prefeito ainda este ano eu assumo o cargo. O Executivo te permite mostrar mais serviço à comunidade do que o parlamento. E acredito que é possível fazer um bom trabalho em um ano. Só que isso não depende de mim, mas da Justiça. E como democrata respeito as decisões do Poder Judiciário.

Atenciosamente

João Salame