Salame critica empréstimo do Governo do Estado

Publicado em 15 de outubro de 2012

 

 

Da Assessoria de Imprensa do deputado João Salame, na Assembleia Legislativa, com pedido de publicação:

 

 

“O pedido de empréstimo do Governo do estado, da ordem de R$ 1,9 bi, que tramita nas Assembléia Legislativa do Estado, pra variar, é generoso com Belém e perverso com Marabá e outras cidades da região”.

A denúncia foi feita pelo deputado João Salame (PPS), na última terça-feira, em pronunciamento realizado da tribuna da Assembléia Legislativa. Além dos recursos destinados a recuperação de estradas em todo o Estado, e outros que ficarão sob o comando dos secretários de Jatene, as verbas carimbadas para os municípios revelam a discriminação de sempre.

Enquanto a capital fica com R$ 568 milhões do empréstimo, Itaituba fica com R$ 70 milhões, Santarém com R$ 45 milhões e Marabá com apenas R$ 15 milhões. Na tribuna, Salame denunciou que a proposta embutida no projeto acentua as desigualdades regionais.

“Diziam que não era preciso dividir o Pará, que o Pará unido daria conta de enfrentar as desigualdades regionais. Mas o que vemos é o de sempre: o Pará unido aumentando o fosso que separa as regiões. Esse empréstimo é uma vergonha”, protestou o prefeito eleito de Marabá.

Salame conclamou o governador Jatene a rever a proposta enviada para a Alepa. “Se o governador Jatene fizer uma revisão nessa proposta de empréstimo e contemplar Marabá como o município merece, ele será certamente parabenizado pela sua atitude. Nas obras que forem carimbadas para Marabá nesse empréstimo ele será recebido com festa por ocasião das suas inaugurações. Caso contrário, a população saberá reagir a mais essa discriminação”, alertou o deputado.

O pedido de empréstimo deverá ser votado nesta terça-feira. A proposta de revisão feita pelo deputado João Salame foi encaminhada ao governador pelos líderes dos partidos e pelo presidente da Alepa, deputado Manoel Pioneiro (PSDB).

 

Veja a seguir onde o dinheiro carimbado para municípios será aplicado, segundo o projeto enviado pelo governador para a Alepa:

 

Belém

Construção e aparelhamento do Hospital Abelardo Santos ….  40.000.000,00
Adequação do Terminal Hidroviário de Belém………………….. . 15.000.000,00
Duplicação da Av. Perimetral………………………………………….  43.000.000,00
Construção do Ginásio de Esportes no Mangueirão…………….  60.000.000,00
Implantação do Parque do Utinga (Obra de Paulo Chaves)… 150.000.000,00
Implantação da rodovia do Yamada………………………………   30.000.000,00
Restauração do 4º. e 5º. Setores do abastecimento de água..146.000.000,00
Reabilitação do Centro de Oper. De Abastecimento de água.  23.500.000,00
Limpeza do Lago Bolonha ……………………………………………. 500.000,00
Construção da Adutora de água na Av. João Paulo II………   30.000.000,00
Construção do Centro Integrado de Operações ……………..    30.000.000,00

Total para Belém ……………………………. …………. 568.000.000,00

 

Itaituba
Construção e aparelhamento do Hospital Regional ………   70.000.000,00

 

Santarém

Implantação do Ambulatório Médico de Especialidades… 15.000.000,00

Porto de Santarém …………………………………………………..  30.000.000,00

 

Marabá

Implantação do Ambulatório Médico de Especialidades.  15.000.000,00

 

Assessoria de Imprensa do Deputado João Salame