Hiroshi Bogéa On line

Salame assume AL

Deputado João Salame (PPS) tomou posse na Assembleia Legislativa com uma certeza: só assumirá a prefeitura de Marabá caso a ação que corre na Justiça contra o mandato do prefeito Maurino Magalhães (PR) seja transitado e julgado no TSE.

Não posso comprometer o mandato de deputado, a mim outorgado pelo voto dos paraenses, em decorrência de inseguranças jurídicas que norteiam o pedido de cassação do prefeito“, disse.

Post de 

10 Comentários

  1. Anonymous

    3 de fevereiro de 2011 - 21:15 - 21:15
    Reply

    Essas "incertezas" jurídicas é que premia a bandidagem eleioral.

  2. Anonymous

    3 de fevereiro de 2011 - 19:15 - 19:15
    Reply

    Salame, para com isso!!! o interesse verdadeiro é o Poder e teus interesses. Afinal, o que mais fizestes por Marabá se não posicionar tua mulher na suplencia do senado e por muito pouco não a fizeste secretária(?)…só não o fazendo porque a própria Bia recuou por não ter diploma de jornalista, contradizendo suas informações para a imprensa da capital. E tem mais, caro amigo, os 5 mil votos que tivestes em Marabá é o reflexo de tua "liderança". Marabá te conhece, mano!!!

  3. Anonymous

    3 de fevereiro de 2011 - 17:46 - 17:46
    Reply

    Salame, tenho certeza que não trocarás quatro por um e lá vai porrada

  4. João Salame

    3 de fevereiro de 2011 - 15:17 - 15:17
    Reply

    Meu caro Hiroshy

    Vamos esclarecer algumas coisas para alguns anônimos maledicentes e, principalmente, para a opinião pública.
    A lei proíbe que eu assuma dois cargos a partir de mandatos eletivos. Pra eu assumir a prefeitura teria que renunciar ao mandato de deputado.
    Porque motivo eu iria assumir a prefeitura por poucos dias e renunciar a 4 anos de mandato de deputado? Não só eu perderia, mas a sociedade, em especial o povo de Marabá e de nossa região que perderia um deputado.
    Por isso esperei o julgamento do Mandado de Segurança impetrado pelo prefeito. Se ele não fosse reintegrado ao cargo eu assumiria. Porque? Eu não tomaria posse como deputado no último dia 1o. A lei me permite tomar posse em até 60 dias. Nesse período eu assumiria a prefeitura e aguardaria a manifestação da Justiça Eleitoral sobre o processo do prefeito.
    Como ele foi reintegrado e avalio que nesse período de 60 dias ele não será cassado novamente decidi assumir o mandato de deputado.
    Se a Justiça afastar em definitivo o prefeito ainda este ano eu assumo o cargo. O Executivo te permite mostrar mais serviço à comunidade do que o parlamento. E acredito que é possível fazer um bom trabalho em um ano.
    Só que isso não depende de mim, mas da Justiça. E como democrata respeito as decisões do Poder Judiciário.
    Atenciosamente

    João Salame

  5. Anonymous

    3 de fevereiro de 2011 - 14:56 - 14:56
    Reply

    Eu choro!!! Hehehehehe..!!!!

  6. Anonymous

    3 de fevereiro de 2011 - 10:13 - 10:13
    Reply

    Mas vai ficar com o Nagib Mutran. Registrem!!!
    É uma grande jogada envolvendo gente grande, por isso policia federal neles.

  7. Anonymous

    2 de fevereiro de 2011 - 23:45 - 23:45
    Reply

    Bogéa,
    Bem que ele queria…….
    kkkkkkkkkk, e como queria!

  8. Sergio

    2 de fevereiro de 2011 - 21:46 - 21:46
    Reply

    Não entendo essa do Deputado Salame em dizer que não pode decepcionar os votos do povo paraense que o elegeu. È uma grande contradição, pois na segunda-feira segundo um jornal que vi ai de Marabá o deputado em entrevista disse que assumiria a prefeitura. Percebo agora pelas palavras dele que já quer pegar tudo mastigado. Bom mesmo é se aquietar e respeitar a decisão do povo que assim como o elegeu deputado estadual elegeu Maurino Magalhães prefeito.

  9. Anonymous

    2 de fevereiro de 2011 - 19:25 - 19:25
    Reply

    Assalto ao banco do Brasil em Santana do Araguaia. Tiro e mais tiros.

  10. Anonymous

    2 de fevereiro de 2011 - 18:26 - 18:26
    Reply

    agora que a ficha dele caiu.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *