Hiroshi Bogéa On line

Riscos de infarto

Deputado Zenaldo Coutinho (PSDB) não conseguiu brecar, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara Federal, a tramitação do Projeto de Decreto Legislativo 2.300/09, de autoria do senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) que dispõe sobre a realização de plebiscitos para a criação do Estado do Carajás.

Membro da CFT, o parlamentar tucano tentou, na terça-feira, colocar em votação, numa sessão sem quorum, o relatório do deputado João Dado (PDT-RS) favorável à realização da consulta popular.

Ao destacar a importância da luta de seu colega Giovanni Queiroz (PDT) pela criação do Estado de Carajás, João Dado se posicionou também favorável à retirada de pauta do relatório, “enquanto Giovanni se recupera do infarto ao qual foi acometido”.

Derrotado em sua pretensão, Zenaldo Coutinho pegou o microfone:

                 – Quem deverá sofrer infarto, a qualquer momento, agora sou eu!

Os poucos deputado presentes à CFT caíram em gargalhadas.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *