Revitalização da Velha Marabá valoriza cidadania

 

Bambuzal 2

Nos próximos dias, a prefeitura dará início às obras de  padronização das calçadas da avenida Antonio Maia, depois que concluiu o recapeamento  do pavimento da via que dá acesso à Velha Marabá.

Projeto completo da Antonio Maia, além da criação de ciclovia em toda a extensão da avenida, dotará a área comercial de  pisos táteis de alerta e direcional. para  orientar pessoas com deficiência visual.  “As calçadas construídas ao mesmo nível,dotadas de  pisos táteis, dão  autonomia e segurança para que o cidadão possa  circular pela cidade”, explica Cláudio Feitosa, secretário de Cultura, e ideólogo do projeto de revitalização do Núcleo Pioneiro.

A padronização das calçadas da Antonio Maia terá participação dos comerciantes, convidados  à parceria do projeto cobrindo os custos de material  da área restrita à largura de sua casa comercial.

“A sociedade vem aos poucos, se conscientizando sobre a importância da participação de todas as pessoas em busca de soluções para os problemas comuns que afetam as cidades. Acessos à educação, transporte, trabalho, moradia, lazer são direitos de todos. É responsabilidade do poder público, da iniciativa privada e de cada um de nós, zelarmos, pela igualdade de oportunidades. Circular pelas ruas, frequentar praças ou ter acesso aos lugares são direitos inerentes aos seres humanos. Inverter a lógica sócio econômica e cultural do direito pleno destinado ao automóvel, por ocupar fisicamente um espaço maior, o que não dá ao seu “proprietário” melhor ou maior status de “cidadão”, é creditar ao pedestre a possibilidade de interagir com os elementos que lhes são destinados pelo Poder Público.”, explica Feitosa, que tem acompanhado as discussões e elaboração do pré-projeto de revitalização.

Inicialmente, o Aterro do Bambuzal,  ganharia, além da ciclovia implantada, área para a locomoção de pedestres. Um problema técnico, apontado pela engenharia  do DMTU, vetou a intervenção: a estreita pista do aterro, ficaria mais estreita ainda, criando  pontos de congestionamentos que dificultaria a vida das pessoas que buscam o Núcleo Pioneiro.

A via de pedestres será implantada  no prolongamento  da rua 7 de junho, cujas obras de aterro e pavimentação, até a altura da rotatória da Transamazônica, ligando aos Núcleos da Cidade Nova e Nova Marabá, serão iniciadas este ano.

Antonio Maia
Primeira etapa de revitalização da Antonio Maia começa a se tornar realidade com o recapeamento asfáltico da avenida.