Retribuindo conceitos

Publicado em 12 de janeiro de 2008

A chamada Comissão de Estudos Educacionais, criada pelo atual coordenador do Sintepp em Marabá, Dionísio Gonçalves, deve ter sentido o golpe ao tomar conhecimento do parecer técnico do Tribunal de Contas da União, publicado no Diário Oficial, jogando por terra todas as acusações formuladas contra a secretaria de Educação de Marabá.

A 2ª Câmara do TCU julgou improcedente as denúncias da CEE do desvio de R$ 15 milhões do Fundef, existência de servidores fantasmas e alunos inexistentes.

Usadas como bandeira de campanha para elegê-lo coordenador do Sintepp, as denuncias de Dionísio estão sendo pontuadas inversamente, uma a uma, pela prefeitura de Marabá, seja através de notas na imprensa ou entrevistas no Rádio e TV .

Objetivo da contra-campanha é desmoralizar o coordenador do Sintepp junto a classe, mostrando que ele agiu de má fé, mentindo aos educadores com apresentação de números inexistentes.