Restaurada, Pa-150 ganhará status de rodovia qualificada

Publicado em 21 de outubro de 2013

 

 

O poster percorreu a Pa-150, nas últimas horas.

E o que viu na rodovia é a execução de serviço de muita seriedade.

A pavimentação antiga está sendo toda retirada, de Marabá e Goianésia.

O trecho Goianésia- Tailândia, que já havia sido  restaurado,  inclusive sinalizado, ganha agora obras nas laterais da pista, na construção  de acostamento – fotos abaixo.

Acostamento 2

Acostamento 3

O único trecho onde uma empreiteira  (Terraplena) pisa na bola -,  é entre Moju e Tailândia.  Ali, se não houver aperto do governo, a construtora não dará conta do serviço. De 130 km a serem recuperados, a empresa fez até agora somente 30 km.

De Morada Nova a Jacundá,  os serviços estão a cargo da  Ameta e CFA Construções.

A rodovia foi povoada por centenas de equipamentos cujo fluxo de  tráfego tem causado engarrafamento devido extensos trechos de pista única.

Mas dá gosto de ver, tanto a retirada do asfalto antigo quanto a qualidade das obras nas áreas de acostamento.

Trechos refeitos 3

Trechos refeitos 4

Acostamento

Quem cuida das obras de acostamento entre Tailândia e Goianésia é a Sanches Tranpolim, que divide também trecho com as outras construtoras, entre Jacundá e Goianésia.

Ao mesmo tempo, executa-se serviços de construção de pontes provisórias, ao lado das existentes, para substituições destas, que futuramente serão de concreto.

A foto mostra uma ponte provisória sendo construída ao lado da existente. Quando aquele estiver pronta, inicia-se a edificação da nova de concreto.

Ponte Pa 150

 

Quando concluída, do jeito que estão fazendo sua restauração, a Pa-150 ganhará status de rodovia segura.

Pa 150 9

Pa 150 12