Repórter sofre atentado e corre risco de vida

Publicado em 10 de julho de 2021

Jackson Silva, repórter do portal Moju News, foi vítima de um atentado contra a sua vida, no portão de sua residência, quando chegava da Igreja, na noite desta sexta-feira, 9.

Jackson estava retornando de uma programação da Igreja Adventista do Sétimo Dia, a qual ele faz parte, por volta das 21h. Quando desceu do carro para abrir o portão, foi surpreendido com os disparos de arma de fogo.

Ao que tudo indica, dois suspeitos já estavam aguardando a chegada de Jackson à sua casa. Segundo as informações preliminares, um deles estava na esquina e outro mais perto da residência.

Após realizarem os disparos, os suspeitos, ainda não identificados, fugiram imediatamente do local.

Dois disparos acertaram o jornalista. Um na região do tórax e outro no rosto. Ele foi levado à Unidade Mista de Saúde, em Moju, e, logo depois, transferido para a Região Metropolitana de Belém para os devidos cuidados, pois necessita passar por um procedimento cirúrgico.

Até a última atualização desta matéria, Jackson já estava no centro cirúrgico do Hospital Metropolitano, em Ananindeua.

O caso está sendo investigado pela polícia. Se, ao ler essa matéria, você ou algum conhecido tiver informações sobre o ocorrido, há a possibilidade de ser feita uma denúncia completamente anônima pelo Disk 181.

A Polícia Civil disponibilizou, ainda, outros dois canais de denúncia: por meio da Inteligência Artificial Rápido e Anônimo (IARA), no WhatsApp (91) 98115-9181, e através do Chatbot (caixa de diálogo com a atendente virtual Iara), presente no site da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Segup).

Jackson já havia passado por ameaças, inclusive que vieram a público. (Portal Moju News)