Relatório da Marinha indica configuração da hidrovia

Publicado em 19 de julho de 2013

 

 

É grande a expectativa em relação ao conteúdo do parecer que o Ministério da Marinha entregou ao DNIT sobre qual a configuração ideal para a derrocagem do Pedral do Lourenção, cujo canal viabilizará a hidrovia de Marabá a Barcarena.

Entregue neste final de semana, documento contém sugestões a respeito das condições de segurança e as dimensões do canal a ser aberto, numa extensão de 49 km de pedrais.

A Marinha trabalhou em cima de dois estudos.

O primeiro, apresentado pela Universidade Federal do Pará. O outro, sob a responsabilidade de consultoria contratada pela Vale.

A diferença de valores entre os dois projetos é de R$ 500 milhões.

É provável que o parecer da MM contemple meio-termo.