Relatório 20F da Vale prevê equivocadamente início para 27 das obras da ponte rodoferroviária

A assessoria de imprensa da Vale deverá publicar, ainda hoje, esclarecimento sobre a previsão equivocada, em relatório da mineradora encaminhado  à Securities and Exchange Comission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos, para o ano de 2027,o início das obras da segunda ponte rodoferroviária sobre o rio Tocantins.

2027 é previsão para a operação da ponte.

As obras terão sua mobilização a partir de 2022.

——————-

Atualização às 16h45

A  assessoria de imprensa da Vale confirmou agora à tarde ao blog Hiroshi Bogéa On Line que a data do ano de 2027 é referente ao início da operação da segunda ponte sobre o rio Tocantins, que a mineradora irá construir- e não para início das obras do empreendimento conforme  citado equivocadamente no relatório encaminhado  à Securities and Exchange Comission (SEC).

Já a partir deste ano de 22, terá início à montagem do canteiro de obras das empresas que participarão das obras da ponte, que atenderá a Vale na duplicação da Estrada de Ferro Carajás-Porto Itaqui.

O blog foi induzido ao erro ao reproduzir,  na íntegra,   parte do texto do relatório que cita o início das obras a partir de 27, em post publicado no último sábado, dia 16.