Relação de Passeriformes

Publicado em 29 de agosto de 2007

Durante o processo de troca de penas, os pássaros políticos brasileiros voam pouco, perdem a mobilidade por motivos óbvios. Apesar de acostumados a trocarem de penas durante outono, inverno, verão e primavera. Ou quando as temperaturas começam a cair. Há casos em que a muda ocorre no momento em que os dias começam a ficar mais curtos, escurece mais cedo. Com nova plumagem, reagem, cantando em repiquetes.
Há casos de transmutação, como agora registrado em Curionópolis, onde Curió, vaidoso como pavão, assume a sua nova condição de Tucano. O bastão do PSDB local, antes sob controle do vereador Wanderson Chamont que migrou para o PMDB, foi entregue ao prefeito do município.
A junção não fará mal a nenhum dos dois: geneticamente, tucanos e curiós têm hábitos distintos, mas com características comuns. Ambos vivem em bandos e quando o sol se põe voam para certos lugares onde dormem juntos em troncos ou buracos de árvores.
Ao comandante-em-chefe Sebastião Curió, PSDB e DEM lhes batem continência.

————-

Atualizado às 10:49

Sebastião Curió é filiado ao DEM. O controle do PSDB no município passou a ser do prefeito, com a indicação de nomes de sua extrema confiança para a executiva provisória.