Hiroshi Bogéa On line

Redenção faz justiça a seu criador

 

Demorou a se fazer justiça.

Finalmente, a sociedade  de Redenção reconhecerá, oficialmente, a incansável luta de muitos anos liderada pelo então deputado estadual Plínio Pinheiro, pela emancipação político-administrativa do hoje próspero município.

Por iniciativa do vereador Alexandre Junior (PP), Plínio será condecorado  com título de Cidadão Redencense, em solenidade marcada para maio, quando Redenção completa 29 anos.

Colaborador bissexto do blog, o advogado Plínio Pinheiro Neto é autor da lei de nº 5.028 que transformou o então distrito de Redenção, em município.

Post de 

2 Comentários

  1. Plinio Pinheiro Neto

    16 de abril de 2011 - 21:53 - 21:53
    Reply

    Caro amigo Hiroshi.

    Que bom ter a manifestação de alguém que viveu o dia a dia do Palácio Cabanagem e pode testemunhar o real desempenho dos parlamentares que por ali passaram.Quando Deputado Estadual tive a felicidade de poder criar quatro Municípios, Redenção, Bom Jesus do Tocantins, Brejo Grande do Araguaia e São Geraldo do Araguaia e neste último pude fazer uma homenagem a um grande amigo de bancos escolares, o falecido Deputado Estadual Paulo Fonteles, homem puro, leal com seus amigos e fiel aos seus príncipios, que antes elaborara projeto criando São Geraldo do Araguaia, que fora arquivado.Pedi que o seu projeto fosse desarquivado e anexado ao meu e assim ficamos, Paulo e eu, como criadores deste Municipio.Agradeço a bondade do jornalista Agenor Garcia em relembrar o passado.O poeta diz que “viver de lembranças é morrer de saudade”, mas em mim ainda pulsa o mesmo amor por esta região que me viu nascer e na qual vivo e mourejo no dia a dia e sonho para ela dias grandiosos. Sinto-me feliz por ter podido construir, ao lado de outros, os degraus que hoje são usados pelos que nos sucederam no cenário politico.O tempo avança, porém a participação não pode esmorecer e necessário lutar sempre. Bertold Brecht nos diz: “Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons, mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.” Sejamos assim! Aproveitar bem o tempo que nos dão.Procurar ser sempre útil.Fazer o bem sem olhar a quem.Não viver de ressentimentos.Procurar sempre construir. Não usar a coisa pública como sua.Eis alguns princípios indeclináveis para os que quiserem sobreviver ao tempo. Na nova vida que DEUS me permite ter há quinze anos, procuro não correr atrás do tempo e ser coerente com o pensamento de Michel Quoist: “Eu não te peço, SENHOR, o tempo de fazer isto e depois aquilo.Peço-te a graça de fazer, conscienciosamente, no tempo que me dás, o que queres que eu faça.” Muito obrigado ao povo de Redenção e mais uma vez, obrigado, Agenor Garcia.

  2. Anônimo

    15 de abril de 2011 - 15:41 - 15:41
    Reply

    Plínio Pinheiro

    Taí um grande marabaense. Merece a homenagem do povo de Redenção. Se, os Vargas ainda estivessem por lá, com certeza estariam na cerimônia. Plínio, como deputado estadual, foi um dos articuladores da famosa primeira bancada caipira na Assembléia naqueles anos de 1970. Ele, João de Deus, de Abaetetuba e Haroldo Bezerra de Marabá se uniram, ainda no governo de Aloísio Chaves, e fizeram a diferença. Em O Liberal, naqueles bons tempos, nosso editor de política, Aldo Almeida, me escalou várias vezes para fazer matérias com eles.
    Tinham agenda regional, projetos para o interior e foram atuantes deputados.
    Para o Plínio, cordiais saudações, do amigo repórter,

    Agenor Garcia.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *