Rádio e TV dos Barbalhos condenados a multa por propaganda eleitoral ilegal

Publicado em 8 de novembro de 2014

O juiz Agnaldo Wellington Souza Corrêa condenou a Rede Brasil Amazônia de Televisão (RBA) e a Rádio Clube do Pará ao pagamento de multa de R$ 21.282,00, cada uma, pelo fato de as emissoras terem feito propaganda irregular nos dias 7 e 8 de outubro, durante as eleições deste ano.

Os veículos de comunicação da família Barbalho veicularam uma série de propagandas negativas com ênfase em calúnias, injúrias e difamações contrárias ao governador Simão Jatene e aos seus familiares, o que descaracterizou o cunho jornalístico dos programas. A Procuradoria Regional Eleitoral também se manifestou pela procedência da representação.

As principais irregularidades ocorreram nos programas “Barra Pesada”, “Metendo Bronca”, “Clube da Manhã” e “Programa da Clube”, todas veiculadas no último dia 7 de outubro. Segundo o advogado Paulo de Tarso, da coligação Juntos com o Povo, as emissoras difundiram opinião desfavorável ao candidato Simão Jatene e favorável ao candidato Helder Barbalho, o que afronta o artigo 45, III, primeira parte e IV do artigo 45 da Lei 9.504/97. (Fonte: O Liberal)