R e f l e t i n d o

É preciso estar sempre embriagado. Aí está: eis a única questão. 

Para não sentirem o fardo horrível do tempo que verga e inclina para a terra, é preciso que se embriaguem sem descanso.   

Com que? Com vinho, poesia ou virtude, a escolher. 

Mas embriaguem-se.”   (Baudelaire )

Nota do blog: o poeta francês faltou acrescentar: com mulher. Também.