Quietinhas, no Pará

Publicado em 11 de dezembro de 2007

As duas construtoras estão no Pará, faz tempo. Monopolizam grandes obras em todo o Estado certamente sob o benefício de tramóias agora detectadas pelo Tribunal de Contas da União.

Manja: de 200 bandalheiras graves localizadas pela TCU em obras publicas fiscalizadas até o dia
30 de novembro, 35% referem-se a superfaturamento e sobrepreço.

Sabe quais as campeãs de irregularidades? Delta Construções – atualmente recuperando a pavimentação da Pa-150 – e a Egesa Engenharia, com diversas obras no Sul do Pará, inclusive vencedora de grande trechos de pavimentação da Rodovia Transamazônica.

A Egesa, para quem não sabe, é filha da falida Mendes Junior. Foi criada exatamente para cntinuar mamando nas tetas da Viúva depois do fechamento da mãe de todas as construtoras corruptoras do país.