Hiroshi Bogéa On line

Questão de minutos

No sábado, por volta de 21 horas, um sargento do Exército foi assassinado por dois bandidos que o abordaram na porta de sua residência, localizada em frente a casa do blogger, na rua que passa atrás deste imóvel.

Dez minutos depois do crime, o poster chegava, sozinho, na porta da garagem de sua residência, quando avistou o aglomerado de pessoas em torno do corpo estendido.

A vítima poderia ter sido quem escreve este blog, certamente.

Os assassinos levaram carro e carteira do militar que havia chegado a Marabá quatro meses antes.

Post de 

7 Comentários

  1. William Bayerl

    16 de abril de 2008 - 15:06 - 15:06
    Reply

    Ñ sei o que é pior: ver que a violência urbana é tão grande que tira por motivos banais a vida das pessoas ou ver que as opiniões daqueles que têm coragem de se expressar incomodam tanto uma corja que desejam ver a morte de alguém como vc Hiroshi.

    De qq forma, como está ñ pode ficar.

    Para os bandidos de armas em punho cadeia ‘braba’ neles. Para os ‘urubus’ que rondam sua vida que Deus dê em dobro tudo que lhe desejarem e no mínimo 10% da sua inteligência, já seria o suficiente para que eles possam fazer jus ao termo de SERES RACIONAIS.

    Sucesso…

  2. Hiroshi Bogéa

    16 de abril de 2008 - 01:02 - 1:02
    Reply

    Grande Antonio Fernando, meu agradecimento sincero. E cheio de amor.
    Precisamos conversar, camarada.
    abs.

  3. Hiroshi Bogéa

    16 de abril de 2008 - 01:01 - 1:01
    Reply

    3:28 PM, tu não cansas de me “secar”, né? Sei do ódioque tens por mim, mal que destilas por conta de teus complexos, incompetência e atraso intelectual.Mas disso nao tenho culpa. Talvez, teus pais.
    Foda-se, em todo caso.
    Antes, um canto de Caetano, pra ti deixar confuso, mais do que és:

    “Araça Azul fica sendo, o nome mais belo do medo.
    Com fé em Deus, eu não vou morrer tão cedo!”

    Entendestes?
    Claro que não, gabiru!

  4. Anonymous

    15 de abril de 2008 - 11:44 - 11:44
    Reply

    Quero paz e segurança para todos. Inclusive pra você Hiroshi, salvo por pouco de mais um ato de violência.
    Quanto ao anônimo imbecíl, vida longa pra ele também.
    Seu rancor e ódio deve ser pela frustação experimentada agora e por não admitir a crítica.Trata-se, com certeza, de um ditadorzinho de meia-tijela que não aceita conviver na democracia, não respeitando o direito à opinião das pessoas, principalmente da imprensa.
    Bola prá frente Hiroshi. E continue sua jornada.

    Antonio Fernando

  5. Anonymous

    14 de abril de 2008 - 18:28 - 18:28
    Reply

    Nem para terem te acertado, ein Hirosk. Assim tu paravas de ficar falando mal dos outros aqui neste blog de merda.
    A tua hora chega patife.

  6. Anonymous

    14 de abril de 2008 - 17:30 - 17:30
    Reply

    Hiroshi, aqui no bairro Novo Horizonte ocorrem assaltos diariamente, e não se vê policiamento apesar das inumeras reclamações e denuncias, estamos lascados.

  7. Anonymous

    14 de abril de 2008 - 11:32 - 11:32
    Reply

    Hiroshi, que Deus te proteja nessa cidade violenta e cada dia pior de se viver.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *