Quem vê, não acredita

Publicado em 14 de dezembro de 2007

Nos últimos vinte anos, pela primeira vez populações domiciliadas às margens da rodovia enfrentarão o inverno com a BR-230 em condições de trefegabilidade. No trecho Marabá-Arataú, numa extensão de 391 km, a Transamazônica foi totalmente recuperada.

Como se diz por lá, ficou “um tapete”.