Quem será esse pastor, gente?!

Publicado em 31 de dezembro de 2010

Do jeito que o Barata postou em seu blog, reproduzimos:

DENÚNCIA – Deputado-pastor sob suspeita
Instituto Social Amazônico. Esta é a entidade sob suspeita de servir de álibi para um parlamentar, que é também pastor, se locupletar, bancando seu proselitismo eleitoral com recursos do erário. O nobre deputado é conhecido pela súbita evolução patrimonial e pela inocultável inclinação pela vida mundana, com ênfase para jovens de vida airada e bebidas fortes. Reza a lenda, aliás, que dormita em uma ilustre gaveta na antiga avenida 25 de Setembro, agora Romulo Maiorana, um vídeo no qual o probo senhor participa de um animado trenzinho, com aqueles tipos de moças que trabalham deitadas e descansam em pé.

O deputado é uma das lideranças mais cintilantes de uma dessas igrejas suspeitas de, a pretexto de cultuar Deus, do nome deste valer-se, para explorar a boa-fé de fiéis incautos, em geral ignorantes e simplórios, para garantir a prosperidade de seus principais pastores.

São citados, como indícios de tramóias, pelo menos dois convênios celebrados entre a Asipag, a Ação Social Integrada do Palácio do Governo, e o tal Instituto Social Amazônico.

Em um convênio, a pretexto de um projeto denominado Esporte e Qualidade de Vida, a entidade do pastor-deputado embolsou R$ 300 mil do governo do Pará. Em outro, o instituto foi beneficiada com R$ 40 mil, para o projeto Música e Arte em Qualquer Parte.
 
—————-
 
Nota do Blog: quem acertar o nome do deputado-pastor ganha uma “Cesta  Ano Novo”, formada por poções de encantamento para  trazer energia positiva e, quem sabe, até ajudar a realizar alguns sonhos: lentilhas, romãs, bagos de uva, nozes, avelãs, castanhas e tâmaras.