Quem pagará pela morte de Peybler

Publicado em 5 de julho de 2007

Os turistas que procuram Conceição do Araguaia em época de temporada alta deveriam ser tratados com mimos e paparicos. Mas não é isso o que ocorre em razão da falta de visão de grandeza do prefeito Álvaro Brito em não priorizar políticas de atendimento aos banhistas que procuram o município durante todo o período de seca do Araguaia. A morte do jovem Peybler Kleber de Sousa (21), vítima de afogamento na manhã do último sábado, 30, é uma prova disso.
Matéria publicada no Diário do Pará mostra o amadorismo com que a maioria dos prefeitos desenvolve ações apenas no “período oficial”, esquecendo-se de que vidas humanas podem desaparecer a qualquer momento nas águas dos rios Araguaia e Tocantins caso não se acompanhe a movimentação dos banhistas em toda a temporada, que se abre em Maio e se estende até Setembro.
A família de Peybler Kleber bem que poderia processar a prefeitura e o prefeito, como pessoa física. Um divisor de águas tem que emergir a partir da morte de Peybler , para que fatos idênticos não voltem a se registrar por omissão das autoridades.