Queda da criminalidade é resultado de investimentos na área de segurança do Estado do Pará

Publicado em 5 de janeiro de 2021

Com o objetivo de reduzir, cada vez mais, os índices de criminalidade no Pará, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), investe, desde o início da atual gestão, em equipamentos, aparelhamentos e novas viaturas para o Sistema de Segurança Pública do Pará. Logo no primeiro dia de 2021, o Estado apresentou redução de 60% em crimes letais e intencionais, em comparação ao 1º dia de 2020.

A política de reestruturação e modernização das instituições da segurança estadual é, segundo o secretário adjunto de Inteligência e Análise Criminal, André Costa, essencial para alcançar esses resultados positivos. “O ano de 2020 foi desafiador pra nós. Estávamos concorrendo com o primeiro ano da nossa gestão, onde já tínhamos uma redução muito grande da criminalidade, por isso, era necessário reinventar, fazer novos investimentos e diferenciar o trabalho, para conseguir continuar reduzindo os índices”, explica.

O secretário adjunto afirma que investimentos, como o aumento e renovação da frota de viaturas das Polícias Militar e Civil, as aquisições da área da inteligência, entre eles, equipamentos de software modernos para as unidades da PM, PC, Seac, Bombeiros e Detran, além do trabalho integrado dos órgãos são importantes aliados para reduzir a ocorrência de crimes.

“Todas as ferramentas que adquirimos, tanto na área da inteligência como para a atuação operacional, trabalham em conjunto e integradas. Isso produz conhecimento muito mais rápido e favorece que a elaboração do plano operacional possa ter resultados muito mais eficientes. Tudo para que a gente consiga dar continuidade na redução da criminalidade no Estado”, assegura.

No primeiro dia de 2021 também foi registrada redução nos casos de homicídio e roubo em geral. Em 2020, no primeiro dia do ano, foram computados 24 casos de homicídio, enquanto em 2021 foram registradas oito ocorrências, o que representa uma queda de 67%. Quanto ao roubo em geral, os dados apontaram uma diminuição de 84% em comparação a 2020, quando foram registrados 197 roubos. Em 2021, foram computados 31 casos em todo o Estado.