Quebra-quebra em Serra Pelada teve fins políticos

Publicado em 29 de agosto de 2012

 

 

Em Curionópolis, as investigações  até agora realizadas para apurar a responsabilidade  pelo quebra-quebra no distrito de Serra Pelada, dias atrás,  não deixam margem de dúvida quanto aos fins políticos da agitação irresponsável que quase provoca uma tragédia no garimpo.

Como um dos presos é  João “Corintiano”, motorista do candidato a prefeito do município  Adonei Aguiar (DEM), as investigações encaminham a responsabilidade do crime ao próprio candidato do Democratas, conforme apurou o blog em conversa com autoridades policiais envolvidas na apuração do caso.

A polícia já identificou a participação no quebra-quebra de muita gente ligada ao candidato a prefeito  Adonei Aguiar, entre elas Francisco Aderbal, candidato a vereador  pelo DEM,  que foi preso em flagrante, meses atrás, juntamente com Adonei,  distribuindo panfletos apócrifos  contra juízes e promotores da Comarca de Curionópolis -, e Manoel Zacarias, também candidato a vereador pelo PSB – partido coligado à candidatura de Adonei.

Manoel Vacarias e Francisco Aderbal   arregimentavam pessoas,   e eram encarregados pela distribuição  de alimentos para os arruaceiros, que ficaram concentrados em um  acampamento   na estrada

Encontram-se presos, o advogado  Rodrigo Maia,  com passagem pela polícia preso por trafico de droga, e João “Corintiano”,   motorista de Adonei.

A polícia está à procura de    Etevaldo Arantes e  Ataliba – também líderes do ato criminoso.