Hiroshi Bogéa On line

Que nem miragem

Às margens da grande avenida o elefante branco representado por imenso muro a cercar extensa área chama a atenção. E provoca comentários raivosos da população que anseia pela construção da obra até agora inútil. Trata-se da chamada e tão necessária Escola de Trabalho e Produção de Marabá, empreendimento que se fosse realmente construída contribuiria decisivamente para a formação de mão de obra e qualificação de profissionais da região Sudeste.

Como até agora o governo do Estado não se manifestou pela continuidade ou não da escola iniciada com a liberação da primeira parcela do convenio nos últimos meses da gestão Simão Jatene, o prefeito de Marabá decidiu denunciar o convênio.
E com toda razão!

Post de 

2 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    9 de novembro de 2007 - 12:36 - 12:36
    Reply

    Rsrsrsrsr (Rindo demais aqui)
    Parceiro, seu humor é irresistível.
    Sem comentários….
    Rsrsr

  2. Juvencio de Arruda

    9 de novembro de 2007 - 12:29 - 12:29
    Reply

    Pô…mas aí o Charels se aborrece…rs.
    Chama o Salame!
    Abs, Hiro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *