Hiroshi Bogéa On line

Quase dentro

A filiação ao PT do vereador Sebastião Ferreirinha (PSB) passou a ser prioridade da cúpula que cerca a governadora Ana Júlia. Nas últimas horas, diversos telefonemas disparados do Palácio dos Despachos garantiram ao presidente do Águia  seu ingresso na legenda até sexta-feira, prazo limite para filiados se tornarem aptos à disputa do  PED (Processo de Eleição Direta), daqui a um ano.

Com fortíssima estrutura eleitoral em todo o município, Ferreirinha pode se transformar numa das figuras mais influente da DS na região.

É provável que até amanhã, o próprio vereador, em contato direto com a direção do PMDB, comunique sua decisão de optar pelo PT.

Post de 

3 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    20 de novembro de 2008 - 14:09 - 14:09
    Reply

    Pelo comentário do “desseista” acima, nenhuma dúvida, Juva. Em Marabá, o PT não consegue superar sua natureza de musgo em razão desse sectarismo de currutela. O Ferreirinha tem tudo para tonificar a legenda com a base aguerrida de militantes que lhe segue, basta estar apto à disputa interna. Pode anotar: daqui a um ano, o PT Pra Vale terá adversário à altura pelo controle da legenda.
    Valeu, parceiro. Abs

  2. Juvencio de Arruda

    20 de novembro de 2008 - 13:04 - 13:04
    Reply

    Quase dentro…de uma roubada, ao que parece, hein Hiro?
    Saúde cumpadi, e abs.

  3. Anonymous

    19 de novembro de 2008 - 20:55 - 20:55
    Reply

    Curioso! A Coordenação Municipal da DS em Marabá, onde o provável e ilustre novo filiado militaria, não foi consultada a respeito dessa filiação.
    Se Ferreirinha ingressar no PT/DS para ser candidato, encontrará resistências locais. Para a maioria da DS, ele deve entrar como soldado e conquistar seu espaço com méritos.
    Se realmente vai entrar com o grupo do não-filiado Dionízio Gonçalves, vai encontrar sérias barreiras na DS e no PT.
    A turma de Belém precisa aprender que as coisas não devem acontecer assim: de cima para baixo. Desse modo, o PT não se diferencia dos demais. Nem a DS.

    Zé Kelé

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *