Qualificação nos assentamentos da Fetraf

Publicado em 8 de abril de 2011

 

Encerra nesta sexta-feira, 8, na fazenda Surubim, o segundo curso de Inseminação oferecido a acampados e agricultores  da Fetraf, seguindo programação elaborada em 2010, para investimento em  qualificação dos assentamentos administrador pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar.

“Esse curso dará condições para que nossos trabalhadores se qualifiquem ao mercado de trabalho. É a nossa busca pela qualificação,  melhoramento da produção e da vida das pessoas nas áreas de assentamento”, esclarece Viviane Pereira de Oliveira, coordenadora e secretária de Políticas das Mulheres da  Fetraf, no  Pará.

A Fetraf,  ano passado, anunciou que abandonaria sua política de invasão de propriedades, priorizando a busca pela melhoria da qualidade de vida das pessoas e dos assentamentos.”isso já faz parte do novo processo organizativo que perseguimos à  Agricultura Familiar”, reforça Maria de Jesus Souza Lima, Coordenadora de Gestão e Finanças da Fetraf. “A agricultura familiar  possibilita ao agricultor e sua família terem em mãos amplas ferramentas e instrumentos oferecedores de condições para a produção, comercialização e geração de renda”.

Para que este processo possa ocorrer, diz Viviane, “estamos somando parceria em prol da formação e qualificação de nossos agricultores em amplas cadeias produtivas da região,  tais como bovinocultura, suinocultura, apicultura, piscicultura, leite e seus derivados”.

O curso encerra cercado de  programação social em torno de almoço oferecido aos participantes da jornada educativa.

A fazenda Surubim fica localizada na localidade de Gogó da Onça, município de  Xinguara.