Hiroshi Bogéa On line

Puty denuncia partidarização da Celpa

 

 

No mural do Facebook do deputado federal Cláudio Puty (PT):

 

“A recuperação judicial foi concedida à CELPA e um outro verdadeiro absurdo surge: o interventor nomeado, pessoa que irá coordenar o processo de renogociação das dívidas é o tucano Vilmos Grunwald. Partidarizam a empresa e a entregam de vez para o seus algozes”.

 

 

 

 

Post de 

4 Comentários

  1. Marcos André

    8 de março de 2012 - 23:07 - 23:07
    Reply

    A policia federal deve intervi neste caso, foi utilizado muito dinheiro público nessa história é o nosso dinheiro que mais uma vez está nas mãos desses canalhas, cadê a justiça ninguém se manisfesta, muito estranho. Um golpe que até as crianças desvendam. O Sr. Jorge Queiroz Jr endividou a Celpa até onde ele consegiu, vamos acordar é revoltante!!!

  2. Marcos André

    8 de março de 2012 - 22:57 - 22:57
    Reply

    Um verdadeiro Golpe aos paraenses dado pelo Sr. Jorge Queiroz Jr. Onde durante esses 14 anos em que o PSDB deu a CELPA a ele, o mesmo veio a trabalhar com dinheiro emprestado e o lucro da empresa ele desviava para outros Estados, A ALEPA, sabe de tudo, porém nada fazem, apenas pedem explicações, onde O Jorge Queiroz arranja suas desculpas esfarrapadas somente para tirar a bronca e fica por isso mesmo, pois alguns Deputados são beneficiados pelo Jorge queiroz, o cara já comprou toda emprensa paraense, parece uma quadrilha bem organizada, tomara que caia na emprensa nacional e alguém desmacare de vez essa bandidagem.

  3. João dos santos

    2 de março de 2012 - 08:46 - 8:46
    Reply

    O problema dos petistas é pensarem sempre como partidos. O Vilmos nunca quís esse cargo. Muito menos o PSDB. A resposta veio no dia seguinte. Calma, Puty, calma que apressado come cru. E ainda temos muito chão pela frente, inclusive para rever o que a andorinha fez no verão passado.

  4. Luis Sergio Anders Cavalcante

    1 de março de 2012 - 17:52 - 17:52
    Reply

    Pelo informado pelo Sr. Puty, depreende-se que não haverá isenção no processo, desde que o interventor nomeado, Sr. Vilmos Grunwald, é do PSDB. Preocupante. Em 01.03.12, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *