Hiroshi Bogéa On line

PSDB de Ananindua sofre intervenção com veto a vice na chapa do MDB

O PSDB está fora da coligação com o MDB no município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. A Executiva Nacional do partido interferiu no diretório tucano no município e suspendeu a aliança em que o vereador Erick Monteiro (PSDB) seria canddiato a vice-prefeito na chapa liderada pelo atual presidente da Assembleia Legislativa, deputado Daniel Santos, que concorrerá à Prefeitura Municipal pelo MDB.

O motivo da intervenção seria a trama arquitetada na Assembleia Legislativa, arquitetada pela cúpula do MDB no Pará, que culminou na reprovação da prestação de contas do ano de 2018 do ex-governador Simão Jatene (PSDB), inclusive, contando com a traição da bancada tucana composta por quatro parlamentares.

Ofício assinado pelo presidente da Executiva Nacional do PSDB, Bruno Araújo, já foi protocolado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), informando a retirada do partido da coligação liderada pelo deputado Daniel Santos. Além disso, Araújo destitiu o diretório municipal tucano em Ananindeua.

A convenção do PSDB em Ananindeua, ocorreu dia 1º deste mês de setembro. Além de MDB a aliança para eleger Daniel Santos prefeito do município conta com outros 17 partidos,agora com a saída do PSDB da chapa majoritária.

Ainda na mesma decisão da presidência nacional do partido tucano, todo o diretório do PSDB em Ananindeua foi destituído. O diretório do PSDB no município vizinho a Belém terá como uma espécie de interventor o pastor Juscelino. (Roma)

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *