Hiroshi Bogéa On line

Prorrogada vacinação contra gripe

 

 

A data final da campanha contra a gripe foi prorrogada para dia 23 de maio, quem informa, em nota,  é a prefeitura de Marabá, a partir dos dados apurados até a manhã desta segunda-feira (19), dando conta queo Município já conseguiu ultrapassar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, no que se refere à cobertura vacinal.

Ao todo foram aplicadas 39.655 doses da vacina, incluindo aquelas oferecidas aos portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Entre os grupos definidos pelo Ministério da Saúde como prioritários, a cobertura vacinal ultrapassou a meta de 80%. Foram imunizadas 16.257 crianças maiores de 2 meses e menores de 4 anos; 3.089 trabalhadores da saúde; 3.110 gestantes; 725 puérperas; 2 indígenas e 12.497 idosos, totalizando 35.680 doses, equivalente a 81,64% do público-alvo estimado em 43.704 pessoas.

Além disso, foram vacinadas 3.975 pessoas portadoras de doenças crônicas, o que eleva o número de doses aplicadas para 39.655. Apesar de não integrarem, inicialmente, os grupos preferenciais estabelecidos, a vacinação desse pessoal obedece à recomendação do Ministério da Saúde.

A Prefeitura de Marabá informa que esses números podem sofrer alterações, uma vez que ainda estão sendo inseridos os relatórios de diversos pontos de vacinação estabelecidos em todo o Município, em especial, na área rural.

A Prefeitura de Marabá reitera o apelo para que todos aqueles que integram os grupos preferenciais para receber a vacina procurem as Unidades Básicas de Saúde do Município para que possam ser imunizados. A vacina é gratuita e não tem contra-indicações.

Post de 

1 Comentário

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    19 de maio de 2014 - 15:15 - 15:15
    Reply

    Hiro, boa medida da SMS. Por oportuno, gostaria de externar a minha indignação com o jogador Danilo Galvão do Águia de Marabá, que teve boa passagem pelo clube durante o paraense. Considerando que o time, apesar de renovado em sua quase totalidade, continua apresentando um futebol irregular. Fizemos 2 x 0 nos minutos finais do primeiro tempo através de Valdanes e Aleílson – aliás, dois que cumpriram bem sua missão. Citado jogador, no Domingo18/05, contra o Treze-PB, entrou no decorrer do segundo tempo, com a missão de reforçar o ataque aguiano. O time caiu de rendimento físico e técnico assustadoramente. Cedeu o empate ao Treze-PB e levou sufoco até o final do jogo, pois, Danilo, na primeira disputa de bola com um defensor contrario, se alterou por não ter sido marcado falta favoravel ao time aguiano e “peitou” o árbitro, que incontinenti lhe puniu com cartão amarelo. Ora, minutos depois, Danilo, ao dar combate à um jogador do Galo paraibano que saia com a bola dominada de sua defesa pelo lado esquerdo, foi vítima de Danilo com um “carrinho”. Daí, recebeu, outro cartão amarelo e por consequência, o vermelho. O time aguiano que já levava sufoco do adversario, ficou inferiorizado numéricamente até o final da partida. Classifico como “irresponsável” e “infantil” a atitude do jogador Danilo. Irresponsavel : 1- Com os “patrocinadores” do Clube. 2- Com os torcedores que lotaram o Zinho Oliveira e pagaram caro para assistir ao jogo(RS40,00 a arquib. coberta e RS20,00 a descoberta). 3- Com seu Técnico Dario Pereyra e seus próprios colegas de time, que tiveram que se desdobrar em campo para suprir sua falta e evitar a derrota para o Galo paraibano. Enfim, um desastre a participação do jogador Danilo Galvão no jogo. Em 19.05.14, Mba.-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *