Hiroshi Bogéa On line

Pronto para ser votado

Em pronunciamento na câmara dos deputados, Zequinha Marinho (PMDB) reforçou a necessidade de “quebrar o velho paradigma que não atende mais a realidade do momento” defendendo a criação do Estado do Carajás, com o desmembramento do Estado como solução para oferecer desenvolvimento a uma região que teve 392 anos para testar o desenho geográfico atual.
“Como este modelo não correspondeu à expectativa da população, não é mais possível continuar insistindo no erro, na esperança de que será possível um dia. Daí a necessidade desta Casa abrir o debate fundamental para que possamos ver as coisas com um novo olhar. A Amazônia precisa ser ocupada com governo efetivo. Reclama-se das invasões, da violência, dos problemas ambientais. Mas nunca se coloca o dedo para dizer que esta é a grande razão para os problemas da Amazônia: a ausência de governo efetivo. Onde não tem governo há falta de ordem. A criação do Estado do Carajás é um projeto pronto para ser votado. Colocar neste semestre a discussão do projeto para a realização do plebiscito é fundamental. Esta Casa, pilar da democracia brasileira, não pode negar ao cidadão a oportunidade de participação”, diz um dos trechos do discurso do parlamentar.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *