Hiroshi Bogéa On line

Professores recebem salários sem redução

 

 

“Não haverá nenhum tipo de prejuízo salarial aos professores e demais servidores da educação no Estado”, garantiu a secretária de Estado de Administração, Alice Viana, ao se referir à alegação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), de que haveria ocorrido redução salarial para alguns professores no contracheque do mês de setembro. Sem reduções, o pagamento dos servidores da educação está disponível a partir desta sexta-feira (30).

Segundo a titular da Sead, a especulação ocorreu com o processamento da folha prévia de pagamento, uma espécie de guia para a folha final. “Identificamos essa situação com cerca de 600 pessoas, mas que já foi corrigida. Identificar correções a serem feitas é natural, com a implantação de um Plano (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração- PCCR) para mais de 20 mil servidores. Se por ventura, qualquer servidor ainda identificar essa situação em seu pagamento, ao nos comunicar será imediatamente corrigido. Ninguém terá nenhum tipo de redução”, reiterou Alice Viana.

Apesar da implantação do PCCR e do pagamento de 30% do valor do Piso Salarial Nacional da categoria, já no salário deste mês, a paralisação dos professores da rede estadual de ensino começou nesta terça-feira (27), resultando na paralisação das aulas em cerca de 15% das 379 escolas da Região Metropolitana de Belém. A principal solicitação da categoria é o pagamento integral do Piso Nacional dos Docentes, no valor de R$ 1.187,97, transformado em Lei em julho de 2008.

 

Com informação da Agência Pará

Post de 

20 Comentários

  1. Anônimo

    30 de setembro de 2011 - 16:49 - 16:49
    Reply

    Falar em procurar namorado ou amante nas assembleias.
    A postura dos professores na frente da 4ª ure, é de uma tristeza só.
    Bebendo cachaça,cerveja, as professoras sentadas nas pernas dos professores, mostrando uma serta promiscuiddddade.
    Uma pena que la tambem tem alunos e a população que passa e ver aquela situação e se pergunta que profissionaais são esses, que cuidam das nossas crianças e jovens.
    Eu fui uma vez la e meu marido não deixou eu voltar mais la. E uma pena que as pessoas utilizam desses momentos para se assumirem o que são de verdade.

  2. Anônimo

    30 de setembro de 2011 - 14:57 - 14:57
    Reply

    Já compreendi a dessa ANÔNIMA! Só pode ser paixão! Sua giganta eu sei quem você é… Saiba que Wendel é um rapaz muito bem resolvido pois é casado com uma das professoras mais lindas deste município… Além de tudo é muito competente como profissional… Já você, Dona Giganta, não adianta ficar em assembbleia implorando por um namorado, pois ninguém é doido de querer ser pelo mesno amante de uma giganta sem amor…

    Vai procurar uma função! Vê se para de ficar só babando! Vai procurar uma sala de aula!

    Wendel, não se comova com esse tipo de gente!

  3. Anônimo

    30 de setembro de 2011 - 13:59 - 13:59
    Reply

    O fim da ditadura wendel esta proximo, ele vai sair para se candidatar.
    O anonimo das 21:56, ta corretissimo quando fala que os discurso e so para se promover, o cara vai ser candidato a vereador.
    E ele dizer que lutou contra Tião, so papo, para derrubar o dionisio ele se juntou com a katia americo .Foi ela que deu os documentos que ele apresentou para o golpe que deu quando conseguiu entrar no sindiccato e de la nunca mais saiu como agora ele tambem se juntou com o disnei.
    Concerteza ja deve ter mexido no regimento para se perpetuar la dentro.
    Nninguem quer largar o osso, um osso recheado de 40 mil reais mensal.

  4. Anônimo

    29 de setembro de 2011 - 21:56 - 21:56
    Reply

    A auto promoção de alguns sindicalista é de dar dor, eu fiz isso, eu fiz aquilo, nos conseguimos aquilo. Na verdade é so propaganda para se auto promover.
    Este mesmo wendel que anda de hilux vermelha, gastando nosso dinheiro com combustivel e com um carro que so serve a ele .
    no inicio do ano quando tivemos uma assembleia, e para esvaziar o movimento, garantiu para nos que o PCCR ja estava na camara e seria o melhor plano do mundo. So mentira, nunca foi para camara; Naquele momento não era para ter greve pois o acordo com o maurino e o disnei era esse, esfriar.
    E vamos acabar com esta propaganda de quem quer usar o movimento para fazer campanha politica ” eu combati o maurino, o tião….” so guela, garganta, na verdade o sindicato nunca esteve tão omisso diante as gestões(passado e presente).
    Na verdade nos deixamos de participar exatamente por isso , é so um grupinho que fala e que decide e a categoria fica a merce das decisões de um sindicato pelego.

  5. anonimo

    29 de setembro de 2011 - 19:56 - 19:56
    Reply

    Olhando o portugues do anonimo das 14:13 que deve ser professor pois participa de assembleias do mesmos como narra fico assustado com o nivel do mesmo.O pior e que acredito que grande parte estao neste nivel e por isto que estamos la embaixo no ENEM.
    Nota: Nao sou professor

  6. Wendel Lima Bezerra

    29 de setembro de 2011 - 18:21 - 18:21
    Reply

    Caros criminosos de plantão!

    Anônimato não tem nada com democracia…

    Quando você usa um instrumento como a internet para divulgar calúnias e difamações contra alguém, você só prova que é igual a qualquer um desses políticos que vocês tanto condenam.

    Nós enfrentamos Kátia Américo e Tião, Ana Júlia e todos os seus secretários, Maurino e Ney Calnandrini e vamos continuar lutando contra qualquer um que mostre não ter compromisso com a educação.

    As pessoas que agora me atacam estavam todas de bico calado quando estávamoas numa luta sem fim na greve de 2010. Não apareceram nem para dizer uma palavra de apoio…

    Agora aparecem indignados porque estamos fazendo greve contra o Jatene…

    Jatene, vocês e Tião não passam de uma cambada…

    Temos a responsabilidade de dirigir i maior sindicato desta cidade… E exatamente por isso temos que saber a hora certa de convencer a categoria a ir para rua…

    No ano passado, mais de 100 contratados foram pra rua, graças a covardia de estudantes e muitos concursados que não tiveram coragerm de aderir a greve…

    Conseguimos o retorno de todos os contratados e agora estamos prestes a aprovar um PCCR que é razoável se comparado ao do estado…

    Sou servidor do estado e ganho por 100 horas o equivalente as 200 horas que tenho no munícipio. Minha esposa tem 200 horas na Escola Paulo Freire, onde luta constantemente contra todos os problemas de estrutura daquela escola, como se o seu salário não fosse tpouco o bastante.

    O seu discurso é de quem defende os interesses do seu patrão Jatene e Tião), Mas o SINTEPP não pode ir pra rua sozinho…

    No dia 03 (segunda-feira), compareçam a ASSEMBLEIA e digam o que temos que fazer!

    Se vocês acham que é possível fazer uma greve organizada como a da rede estadual, onde praticamente 100% das escolas estão paralisadas, junte-se a nós! Ajude-nos a construir a luta dos trabalhadores…

    Nas escolas que passo sou bem recebido e consigo tirar as dúvidas de nossos camaradas em relação o que está sendo discutindo nas Negociações com a PMM e a SEMED.

    A grande maioria afirma que estamosno caminho certo…

    Por outro lado, vocês que agoram difamam o meu nome e, às vezes, até caluniam, só provam um velho ditado:”É impossível agradar a gregos e troianos!”

    Além de coordenar o SINTEPP sou professor na escola CAIC durante o turno da noite… Façam uma visita caros anônimos e pseudônimos, e vocês verão o que eu faço pra ganhar a vida… Uma coisa eu sei que vocês vão ver: não é bajulando político algum, mas 40 alunos por sala de aula no inferno danado de quente, sem um ventilador que funcione decentemente.

    Façam essa visita, pelo amor de Deus!

    Pois o que vocês estão fazendo não se faz! Tentar destruir uma pessoa só porque você não concorda com ela, não é e nunca será DEMOCRACIA!

    Wendel Lima Bezerra
    wlbezerra@yahoo.com.br

  7. anonimo

    29 de setembro de 2011 - 14:13 - 14:13
    Reply

    Em um estado democratico eu posso me possionar professora carla conduru, e para isso eu não preciso ser de grupo.
    Concerteza vc deve estar na greve, se é so isso que vc sabe fazer.
    quando estar na escola é so preguiça, falta aula por todos os motivos ate dor na unha,planejamento nem pensar. Tratasm os alunos todos como pandidos sem nenhum reipeito por eles.
    Agora dona carla, que o nosso sindicato estar de coluio com a semed isto esta, vc não tem como defender.
    Vcs falam do grupon da Katia, mais so querem um pe para estar la dentro e quando tem a oportunidade de mudar fazem pior.
    Quem ta tratando os servidores na ponta da botina hoje? e oque o sindicato faz ? se cala.
    Os desviu do dinheiro do FUNDEB,na folha, nas reformas, nas pinturas, nas compras, na informatica que nunca chega na escola, nas notas frias e cade o sindicato? calou-se
    Eu falo oque to vendo acontecer debaixo do meu nariz, grandes oportunistas, pelegos que por alguns favores do patrão vendem os direitos da categoria.
    combustivel, faixas, cedencia de servidor,contrato de esposas, lotação beneficiando esposa do presidente,diarias, empressos grafico, e mais alguma coisas que estão comentando nos corredores das escolas.
    E nas assembleias eu tambem estou e so ouço discursos falsos, que não contribui com nada para a categoria.
    Mais ta chegando o fim da ditadura wendel, ai nos vamos ter um sindicato livre das amarras do patrão.

  8. SAUDADE

    29 de setembro de 2011 - 09:26 - 9:26
    Reply

    Tenho saudades da era do governo militar que nao permitia as greves contra o povo.

  9. Goreth

    29 de setembro de 2011 - 02:05 - 2:05
    Reply

    Carla e Catarina ;
    A diferença em termos de vencimentos entre os servidores de nível superior estadual e nível superior municipal é enorme mas essa diferença é oriunda da gratificação de nível superior , o município não paga gratificação de nível superior , pagou até 2003 . No entanto o salário base municipal foi reajustado de acordo com a lei do PSN. Em termos de município acredito que o SINTEPP não pode questionar a aplicação do PISO mas deve pressionar o prefeito para mandar o novo PCCR para votação e antes disso deveria apresentar aos trabalhadores . Ainda tem essa questão dos profissionais de nível superior, que ao meu ver é injusta , já que os demais funcionários municipais recebem 100% de gratificação de nível superior e nós não recebemos porque alguém vacilou na construção do PCCR em 2002 e permitiu que fossem cortadas várias gratificações e esqueceram de legislar sobre a gratificação de nível superior .Sou testemunha que a questão foi colocada na justiça e a justiça é lenta ;a do Pará mais ainda.
    Agora a categoria unida , isto é, sem ninguém boicotando o movimento pode sim pressionar o governo municipal por uma solução política, mas acredito que o momento de pressionar será 2012 . O Wendel está coordenador geral mas qualquer decisão dos trabalhadores reunidos em assembléiaa é soberana e deve ser acatada pela diretoria, já teve coordenador perdendo mandato por ir contra decisões tomadas em assembléia. Eu pergunto será que todo mundo está preparado para o enfrentamento?

  10. Karla a Spam

    28 de setembro de 2011 - 20:38 - 20:38
    Reply

    Caro Hiroshi,
    Nunca ví um apelido na rede social pegar tão bem, colar tão bem, como este pregado em Karla Maués. Me lembro que ela começou destilando preconceitos contra “estrangeiros que querem se dar bem” e foi desmontada, quando alguém se lembrou da familia dela que, se apropriando dos meios de produção, quando migraram para Santarém, passaram a explorar o povo do baixo amazônas. Uma vergonha. Agora, recebe trambelhada dos professores que, absolutamente, desconstroem os comentários que comete neste blog tão prestigiado. Bem feito, como uma verdadeira Conselheira Acácio, célebre personagem de Eça de Queiroz, que tudo sabia, e em tudo dava conselhos óbvios e inconsequentes que alguém, não me lembro quando, denunciou-a como um spam do NÃO, a pitecar em todos as notas deste blog, como se, sobre tudo, pudesse ter um comentário que logo, pelo oportunismo, se transformou num desvario.

  11. Professora Katia condurú

    28 de setembro de 2011 - 19:20 - 19:20
    Reply

    Muito bem cara coleguas desenformadas, jararacuçu de galochas do menino Tião, Eu saco vcs. Grupo d escoradas da Katinha malvadeza. Engraçado como vcs tem ua dose de veneno em cada palavra ensana desferidas por suas bocas Tiranianas de Tionetes. vcs calaram-se durante os nove anos de omissão do governo Tião / Katia. Nós brigamos nas ruas contra osabsurdos desse governo.Não lembram ou estavam por ai encostadas até antes da reforma “Feita no governo atual. Pelo que sei, e eu acompanho de perto o Wendel e sua direção não se rendeu e nem se vendeu como muitas direções que passaram pela coordenação do Sintepp Municipal. Meninas deixem disso, parem de fazer ilações e vamos participar mais quando o sindicato convocar. Não joguem as convocatorias fora como fizeram por quase uma decada na gestão passada. Chega de ser irresponsável, venham para a luta. Eu vou nas assembleias e me posiciono. Parem de ser rasteiras. sssssssssssssssssssssssssssss, Agora e Greve!

  12. catarina, professora do municipio

    28 de setembro de 2011 - 15:04 - 15:04
    Reply

    Muito bem Karla spam, estou vendo o Wendel todo empenhado em cobrar do governador piso naciona, PCCR e do prefeito nada.
    E pura verdade os professores do estado estão ganhando muito melhor do que nos servidores municipais. E nada do sindicato se pronunciar em ralação as negociações para por em pratica o piso nacional e o PPCCr que ele e o disnei vem fazendo propaganda e nada de ser aprovado. Oque foi aprovado foi o pagamento do retroativo de 68 mil reais ao secretario adjunto tornando ele um iluminado.
    O wendel oque se fala nos corredores das escolas e que vc ta ganhando muito bem e não vai se indispor contra seus patrões que são tão bons para vc.
    E meu filho,ja dizia aquele ditado “devemos nos encostar em pau que da sombraaa” mais tambem tem aquele outro” nada como um dia atras do outro.”

  13. professora do municipio

    28 de setembro de 2011 - 15:02 - 15:02
    Reply

    Muito bem Karla spam, estou vendo o Wendel todo empenhado em cobrar do governador piso naciona, PCCR e do prefeito nada.
    E pura verdade os professores do estado estão ganhando muito melhor do que nos servidores municipais. E nada do sindicato se pronunciar em ralação as negociações para por em pratica o piso nacional e o PPCCr que ele e o disnei vem fazendo propaganda e nada de ser aprovado. Oque foi aprovado foi o pagamento do retroativo de 68 mil reais ao secretario adjunto tornando ele um iluminado.
    O wendel oque se fala nos corredores das escolas e que vc ta ganhando muito bem e não vai se indispor contra seus patrões que são tão bons para vc.
    E meu filho,ja dizia aquele ditado “devemos nos encostar em pau que da sombraaa” mais tambem tem aquele outro” nada como um dia atras do outro.”

  14. Karla, A Spam

    27 de setembro de 2011 - 22:05 - 22:05
    Reply

    mmmmMas falando em greve da educação, em PCCR e piso nacional cade o sintepp municipal para organiza a categoria para reivindicar ao municipio tudo que esta sendo reivindicado ao estado. E olha que o salario dos professores do municipio é muito menor que o do estado.Ou sera que o salario do wendel esta tão bom que ele nõa ve necessidaaaaaadde de incomodar o nosso atencioso prefeito e solicito secretario adjunto?
    E oque ta rolando na rua é outras coisas bem cabeludas…..

  15. Karla, A Spam

    27 de setembro de 2011 - 21:56 - 21:56
    Reply

    So gostaria de essclarecer a professoraa readptada que o PCCR foi sancionado pela governadora Ana Julia em junnho de 2010,e esta mesma sentou em cima engavetando, deixxxando a responsaabilidade para o novo governo que estava entrando.
    Ela teve tempo de fazer e não fez por falta de compromisso com a educação.

  16. Professora Katia condurú

    27 de setembro de 2011 - 21:37 - 21:37
    Reply

    Essa Professora Karla Maués é uma Comédia. Sabe eu ficaria muito feliz em conhece-la olhar pra essa cara de pau imensa e travar um debate de alto nivel com essa “senhora”. Venha em nossas assembléias,terei o prazer de ensinar-lhe um pouco sobre seus dieitos violados por conta desse mar de lama que transformou-se a educação brasileira com essa politica de fundos criada pelo governo Federal. Venha!!! venha e se apresente!!! temos muito que conversar…

  17. Goreth

    27 de setembro de 2011 - 21:22 - 21:22
    Reply

    O governo tenta enganar a sociedade anunciando que vai pagar 30 % de um direito que deveria ser integral (100%) e retroativo. Além de dar calote na categoria ainda tenta enganar a opinião pública.
    Mui esperto esse pescador!
    O acordo era começar a cumprir a lei e pagar o PSN assim que o STF publicase o acórdão e depois discutir os valores retroativos. O governo vem ganhando tempo e empurrando a situação com a barriga e agora que está contra a parede tenta contar estória da carochinha pra enganar a opinião pública. Falta ainda muita coisa para se chegar lá.
    Quanto o suposto erro que levou a suposta redução nos contra cheques nem vou questionar nada é melhor ver pra crer.

  18. Marcelo Monteiro

    27 de setembro de 2011 - 16:28 - 16:28
    Reply

    A principal solicitação da categoria é o pagamento integral do Piso Nacional dos Docentes, no valor de R$ 1.187,97, de acordo com a decisão do STF.
    Acho que o MPF poderia intervir com um pedido de afastamento do governador por improbidade administrativa, as provas estão no site do governo e nas declarações veiculadas pela imprensa.

  19. Anônimo

    27 de setembro de 2011 - 15:14 - 15:14
    Reply

    Sou professora há 10 anos, tive um problema nas cordas vocais, no final do ano passado, devido a carga horária de trabalho excessiva. Fui readaptada, perdir de cara uma gratificação em torno de R$ 250,00, o que faz muita diferença no meu salário.Quanto a gratificação, a SEAD alega que é para ser paga ao professor regente, ou seja, aquele que tá na sala de aula. Se o professor ficou doente problema dele.
    Essa é a consideração que o governo tem com os professores. Este é apenas um exemplo do descaso dos governos com nossa categoria. Não há nenhum interesse de qualquer governo que passou pelo Brasil, em realmente resolver o problema da educação. Afinal, o que ganha eleição são discursos que falam das falácias da sociedade, entre essas: educação, saúde, moradia,etc…
    Não sou a favor da greve, mas este´ainda é um instrumento que faz com que o governo nos receba para debater. Estamos apenas pedindo que se efetive o PCCR aprovado no governo anterior e engafetado deste então.
    Peço a compreensão de nossos alunos e que a sociedade nos ajude numa luta que é justa.

    Assina

    Profª da rede estadual

  20. Karla Maues

    27 de setembro de 2011 - 11:32 - 11:32
    Reply

    Ma-ra-vi-lha!!! Agora vamos trabalhar um pouco certo? Repor aulas nos sabados, domingos e feriados afinal de contas o fim do ano esta ai mesmo e tem que correr atras do prejuizo.
    O aumento será bem vindo com certeza. E é merecido! E ainda acho pouco. Profesor, medico e lixeiro deveriam ganhar mais que politico em função da extrema importância de seus ofícios.
    Trabalhar com essas ‘kironcinhas” hoje em dia, levando chute e ouvindo desaforo de aluno não é brinquedo não. Parabéns pela vitoria Srs. professores!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *