Hiroshi Bogéa On line

Procuradora colocada no córner

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) instaurou nesta quarta-feira, 12, reclamação disciplinar, para apurar a conduta funcional da procuradora do Trabalho envolvida em atropelamento, na cidade do Rio de Janeiro,  na noite do dia 10.

A reclamação disciplinar será enviada à Corregedoria Geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), que terá o prazo de 120 dias para concluir a apuração, segundo o artigo 74 do Regimento Interno do CNMP.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *