Procon autua Bradesco de Marabá

Publicado em 14 de fevereiro de 2011

O Bradesco da Nova Marabá já foi autuado três vezes pelo Procon-Marabá, devido ao flagrante descumprimento da lei do tempo de fila. A lei assegura a clientes e usuários o atendimento entre 20 a 30 minutos. Mas não é o que acontece no Bradesco da Nova Marabá, em que bancários entram às 8 horas e saem todos os dias entre 7 e 8 da noite, num atentado à jornada diária de 6 horas. Por seu turno, clientes e usuários penam na fila entre 2 a 3 horas, já que o Bradesco não contrata mais gente e apenas 3 caixas são destacados para o atendimento à clientela. Que só faz crescer.

Por conta do desrespeito à lei, o Procon de Marabá já autuou e multou o Bradesco. E hoje pela manhã, Procon e Sindicato dos Bancários fizeram ação conjunta de fiscalização e denúncia das péssimas condições de atendimento ao público e a terríveis condições de trabalho aos bancários.

As diretoras do Sindicato, Heidiany Katrine e Cristiane Aleixo estiveram hoje pela manhã no Bradesco, juntamente com o Procon e atestaram que tanto clientes/ usuários, como bancários são desrespeitados nos seus direitos mais elementares de atendimento e de condições de trabalho.

O Bradesco marca presença na Nova Marabá, mas uma presença ruim, de péssimo prestador de serviços, sem nenhum respeito a clientes, usuários e trabalhadores bancários. É um banco que muito lucra, muito explora e quase nada dá de contrapartida à sociedade. Um bom tema para o Congresso Nacional que vai debater, dentre outros assuntos este ano, a regulamentação do artigo 192 da Constituição Federal, que trata do sistema financeiro.

O lucro contábil do Bradesco em 2010 está na casa dos R$ 10,022 bilhões. É o terceiro maior lucro da história dos bancos de capital aberto brasileiros, segundo aponta levantamento da consultoria Economatica, com base nos balanços apresentadas à Comissão de Valores Mobililiários (CVM).

As filas no Bradesco….

… desmentem a placa que promete atendimento em 20 ou 30 minutos

… basta olhar o tamanho de cada fila

… pra saber que 8 funcionários, dos quais apenas 3 caixas…

… não darão conta de atender cada cliente/usuário em 20 ou 30 minutos. Sem contratar mais gente e investindo no massacre, o Bradesco marca sua presença ruim em Marabá.

——————-

NB- As fotos foram tiradas pelo celular de Heidiany Katrine, diretora do Sindicato dos Bancários do Pará e que é responsável pela região sul/sudeste.

Com informação da Ascom do Artban PA/AP