Hiroshi Bogéa On line

Prisão de ‘Japonês da Federal’ vira alvo de memes e piadas na Internet

Os brasileiros, , na última quarta-feira, 8, dedicaram o dia para zoar a prisão do chamado “Japonês da Federal”, agente da Polícia Federal preso em Curitiba, acusado de integrar uma quadrilha que facilitava o contrabando na fronteira  Brasil-Paraguai.

A notícia da prisão do agente federal Newton Ishii, nome próprio do policial, ficou  entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Ishii foi preso pela manhã, em Curitiba, por facilitação de contrabando, e virou motivo de memes e piadas pelas redes sociais.

A prisão do policial chegou figurou por quase oito horas no Trending Topics do Twitter – recurso que mede popularidade de assuntos na rede social.

Vejam alguns memes publicados:

 

Memes 1

 

Memes 2

 

Memes 3

 

Memes 4

 

Memes 6

 

Memes 7

 

Memes 8

 

Memes 9

 

 

Com a prisão do “Japonês da Federal”, certamente o Brasil atinge um nível inédito na escada do realismo mágico.

O agente era tido como um “herói” das manifestações contra a corrupção no país.

Transformou-se em celebridade nacional da ética, moralismo e dos hábitos civilizados a ser seguido como exemplo de cidadania.

Newton Ishii estava sempre na proa das prisões realizadas no país, à rebique da chamada Operação Lava-Jato.

Enquanto exibia postura de “retidão” nas ações públicas da polícia federal, Newton Ishii,em verdade, atuava na celebração de crimes, sendo  um dos cérebros da quadrilha que se corrompia na mão de contrabandistas, facilitando  o tráfego de produtos ilegalmente acessados no país.

O agente foi um dos 23 policiais federais alvos da Operação Sucuri, deflagrada em 2003 para apurar um esquema formado por agentes da PF e da Receita Federal que facilitava o contrabando de produtos ilegais na fronteira com o Paraguai em Foz do Iguaçu (PR).

Ishii responde a três processos, derivados da Operação Sucuri, sendo um na esfera criminal, outro administrativo e um terceiro por improbidade administrativa.

O mandado de prisão do policial foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu.

Ele está detido na Superintendência da Polícia Federal .

Post de 

1 Comentário

  1. Serv público

    9 de junho de 2016 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Pura perseguição,um processo de 2003 em que ele foi condenado à 4 anos e alguns meses ficou preso por 4 meses e alguns dias e somente agora em que ele ficou famoso por conduzir esses POLÍTICOS BANDIDOS pra cadeia e que resolvem prendê-lo novamente!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *