Principais portos do Pará estão fechados: greve de trabalhadores

Publicado em 13 de outubro de 2021

Os principais portos administrados pela Companhia Docas do Pará amanheceram  fechados.

Guardas portuários realizam um protesto no Estado bloqueando atividades nos portos Miramar, em Belém (foto de Ivan Duarte / O Liberal), Vila do Conde, em Barcarena, e o Porto de Santarém.

O ato foi convocado por tempo indeterminado.

Na capital, a manifestação provocou uma enorme fila de caminhões na Arthur Bernardes, próximo ao terminal de Miramar, por onde passam os combustíveis que abastecem a região.

O Sindicato dos Guardas Portuários do Pará (Sindiguapor) divulgou nota anunciando que a principal reivindicação é a assinatura do acordo coletivo da categoria.

“Estamos há dois meses sem acordo coletivo, o que ocasionou a Companhia a pagar a remuneração do mês de setembro com redução de 30% do salário. É uma forma de cobrar que a companhia chame o Sindicato para assinar, para ver se gente chega a um acordo”, disse presidente do Sindicato dos Guardas Portuários do Pará (Sindiguapor), Rodrigo Rabelo.

Ele diz que o protesto também pretende alertar para as condições de trabalho. “Além disso, para informar o descaso da diretoria com a infraestrutura dos portos, cheios de buracos e situações de risco”, completou.