Primeiro golpe

Publicado em 3 de dezembro de 2007

O PT perdeu a eleição de Nova Ipixuna por incompetência. Principalmente, perdeu para si mesmo.

A diferença de 656 votos favoráveis a Edison Alvarenga (PTB) não é pequena. Nas duas últimas eleições municipais, polarizada entre o Partido dos Trabalhadores e o grupo político liderado pelo prefeito eleito, a margem de diferença foi mínima.

Zezão, o ex-prefeito petista cassado, eleito por duas vezes, talvez pelas suas origens, priorizou obras excessivamente na zona rural, esquecendo-se de que a população urbana, com mais acesso à informação, poderia um dia se rebelar. Como se rebelou, dando a maioria de votos à oposição que vinha prometendo em discursos “reconstruir” a sede de Nova Ipixuna.

O resultado de ontem é um aviso. Luz vermelha acesa na rota de alguns municípios dirigidos pelo PT, no Sul e Sudeste do Pará.