Preso filho de Josué Bengtson

Publicado em 7 de setembro de 2010

Polícia Civil prendeu agora à tarde, numa rua do bairro da Pedreiras, em Belém, Marcos Willian Bengtson, acusado de mandante da morte de um sem-terra na fazenda Cambará, no município de Santa Luzia do Pará.

Junto com Marcos, dois pistoleiros também foram presos, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça daquele município.

Marcos é filho do pastor  Josué Bengtson, candidato a deputado federal pelo PTB, um dos donos da Igreja Evangélica Quadrangular, e que renunciou ao mandato de deputado federal, fugindo de cassação do mandato, por participar de esquema de corrupção que desviava dinheiro  do Ministério da Saúde destinado à compra de ambulâncias, cuja operação ficou conhecida como “Caso dos Sanguessugas”.

Ao lado do então também deputado federal evangélico Raimundo Santos, Josué Bengtson  recebia  “comissões” para a apresentação de emendas ao Orçamento Geral da União destinadas à aquisição de unidades móveis de saúde e equipamentos médicos-hospitalares, em vários municípios paraenses. A propina era paga aos deputados pela Planam – Comércio e Representação Ltda, e empresas coligadas, que fraudavam licitações para a venda dessas mercadorias às prefeituras.