Presidente da Câmara de Marabá assediado na janela partidária para disputar eleição de outubro

Um dos políticos mais assediados nos últimos dias do prazo final para fechamento da janela partidária  foi o presidente da Câmara Municipal de Marabá, Pedrinho Correa (União Brasil).

Além de pressões para se candidatar a cargo majoritário na eleição deste ano, Pedrinho também recebeu convites para mudar de legenda.

Diante de todas as situações de pressão, manteve-se firme, sem definir qual rumo irá tomar.

Partidariamente, Correa nunca cogitou deixar o DEM, agora denominado União Brasil, depois da fusão com o PSL.

De Belém, uma fonte segura revela que Pedrinho teria recebido convite do próprio governador Helder Barbalho para disputar um cargo de deputado federal.

A fonte garante que o convite teria surgido depois de um telefonema de Helder para Pedrinho, que ficou de conversar pessoalmente com o governador sobre a situação.

Na cabeça do presidente da Câmara Municipal de Marabá está  a lógica de que não pode deixar as bases que lhe apoiam se dispersarem no processo eleitoral de 22.

Um apoiador de Pedrinho, liderança de bairro  que o segue há vários anos, conversou demoradamente esta manhã com o blogueiro,  garantindo existir um pacto entre o presidente do legislativo e seus apoiadores, no sentido de que “não será tomada nenhum posição por parte de Correa sem antes uma discussão ampla com as  lideranças que o apoiam”, disse.

E acrescentou:

“Todos nós que seguimos a careira política do Pedrinho já deixamos claro que nosso objetivo principal é lutar pela prefeitura de Marabá, daqui a dois anos. Têm muitos pré-candidatos a deputado estadual e federal, e não vale a pena a gente queimar energia sem uma garantia de que ele terá recursos garantidos e uma boa estrutura fora de Marabá para fazer bonito. Se depender de suas bases, Pedro não será candidato a nada agora, somente em 2024, disputando a prefeitura contra quem for”, finalizou o rapaz.

Através de Alguns ligações, o blogueiro não conseguiu localizar Pedro Correa para incluir neste  texto sua opinião.