Presença oportunista

Publicado em 24 de fevereiro de 2007

Na mesma matéria, a secretaria de Saúde de Tucuruí revela estar presente na zona rural e região das ilhas, “realizando palestras, microscopia para diagnóstico, tratamento e distribuição de medicamentos de várias doenças”.
Medidas paliativas, ocasionais, repetidas sempre quando a cheia começa a bater a porta. Não aparece uma “mente iluminada” disposta a encarar a coisa de frente, executando políticas de saúde mesmo, planejadas, com assiduidade presencial.