Presença constante

Publicado em 24 de fevereiro de 2007

No Lago de Tucuruí só tem um caminho: governo do Estado, prefeitura e Eletronorte investirem na implantação de dois barcos, um grande e outro de porte menor, para assistência permanente. O barco grande, ancorado em pontos estratégicos do lago, oferecendo suporte logístico; o menor, com pelo menos cinco lanchas equipadas com motor de 15c, circulando pelas áreas mais densas transportando gente treinada, médicos, biomédicos, enfermeiras e medicamentos. Consultar mesmo de casa em casa.
Na infra-estrutura do barco, incluir laboratório de exames, e até mesmo sala para pequenas cirurgias de emergência. Dá para executar esse programa, sim. Basta querer e haver articulação de vozes e de comando. Dinheiro existe disponível. Só que os bacuraus querem aplicar menos no povo para ganhar a mais no bolso.
O poster não descansará enquanto não ver navegando pelo Lago de Tucuruí essa estrutura de atendimento de saúde. O governo Ana Julia chegou anunciando disposição de fazer mudanças. Pois ela começa por ai, incluindo socialmente aquela gente sofrida das ilhas.