Prefeitura sofre prejuízos com fechamento da ferrovia

O problema grave para as finanças do município de Marabá, ocorre sempre que a Estrada de Ferro Carajás é interditadas por movimentos sociais: o valor de repasse dos royalties cai substancialmente – principalmente quando a ferrovia fica mais de dois dias fechada.

Só pra se tirar conclusões: em julho passado, a estrada de ferro ficou interditadas pouco menos de 48 horas face manifestações de entidades sociais.

Em agosto, Marabá recebeu da Vale cerca de  R$ 4, 5 milhões de royalties, referente ao repasse do valor do imposto medido no mês de junho.

Em setembro, o valor de royalties repassado à prefeitura caiu drasticamente: pouco mais de R$ 1 milhão, referente a  cota-parte da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem) medida em julho.

Travada o montante da exportação, devido a obstrução da ferrovia, em julho, menos grana para a prefeitura de Marabá.