Prefeitura de Marabá deixa vencer 10 mil doses de vacina contra Covid. Faltou estratégia de gestão para a aplicação do imunizante vencido

Cerca de 10 mil doses de vacina contra Covid-19  foram  jogadas fora em Marabá, , porque vão Vencidas na última sexta-feira, 29, dez  mil doses de vacina contra Covid-19  foram  jogadas fora em Marabá,

10 mil doses que deixaram de ser usadas.

Segundo a prefeitura, o problema ocorre por causa da baixa procura da população pela imunização, especialmente as doses de reforço.

As unidades de saúde tiveram estendido à noite para estimular, mas sem  fazer valer uma campanha publicitária eficiente que atraisse a população aos posts de sapude.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) recomentou que a prefeitura faça mutirão de vacinação na cidade para evitar a perda de doses.

De acordo com o Departamento de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), entre os públicos com mais baixa procura estão os adolescentes.

A SMS informou que, entre pessoas de 18 a 59 anos, o público total estimado foi alcançado na primeira dose. No entanto, os índices caem para 71% na segunda dose e 20% na terceira dose.

Os dados ainda apontam que, do público estimado pela secretaria de mais de 30 mil pessoas, 83% tomaram a primeira dose, 52% tomaram a segunda dose e apenas 5% receberam a terceira.

Os idosos são o grupo com maior taxa de cobertura vacinal. São 100% de vacinados com a primeira dose e 95% com a segunda dose. No entanto, os números baixam para 65% na terceira dose e apenas 30% na quarta dose.

Os dados também ressaltam que, em relação à quarta dose, os números são baixíssimos em todos os grupos liberados para tomar a vacina.