Hiroshi Bogéa On line

Prefeitura alerta sobre notas falsas nas redes sociais

Blog receber da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Marabá nota abaixo:

 

Pessoas inescrupulosas, aproveitando a capilaridade das redes sociais e a velocidade com que as notícias circulam por elas, sobretudo no WhatsApp, estão postando notas com conteúdo inverídico e assinando como “Ascom PMM”.

Além de levianas, com o objetivo criminoso de confundir a população e incitar os servidores municipais contra o governo do município, essas notas são redigidas com erros de concordância e ortografia e com pobreza vocabular. Ou seja, bem diferente dos padrões que norteiam as notas divulgadas por nós.

Uma forma de verificar a veracidade desse tipo de nota é conferir se o texto também está postado na Fanpage da Prefeitura de Marabá –https://www.facebook.com/marabapagov/.
Outra maneira é entrar em contato com a Ascom pelo telefone (94) 3322-1140 ou pelos WhatsApp 99177-3199 (Cileide) ou 98124-4030 (Leo).

Post de 

3 Comentários

  1. Luiz Gonzaga Oliveira de Almeida

    25 de agosto de 2016 - 00:44 - 0:44
    Reply

    Sr. Djalma.
    O que a categoria de professores de Marabá lhe fez para vc destilar tanta raiva com tamanha intensidade? Se o senhor se acha um bom escritor, exemplo de sabedoria, queria aqui aproveitar para afirmar o óbvio: vc passou pelos ensinamentos de um professor, assim como o médico, o advogado, etc. Sabemos que em todas as categorias existem pessoas que apresentam deficiências, sejam na fala, na escrita ou na própria virtude! Portanto lhe digo que não são todos os professores da SEMED que escrevem com algumas incorreções. O senhor deveria ser processado judicialmente, visto que generaliza no momento em que não distingue ninguém da sua falsa acusação. Mas fique tranquilo, não serei eu quem vai lhe processar. Tenho mais o que fazer! Vá pentear macaco!

  2. Djalma Guerra

    24 de agosto de 2016 - 04:26 - 4:26
    Reply

    Se a nota tiver erros de concordância,ortografia e pobreza vocabular podem ter certeza que estão sendo lançadas por professores da SEMED.

    • Obimp

      24 de agosto de 2016 - 19:47 - 19:47
      Reply

      Djalma merece um sonoro e longo “KKKKKKKKKKKK”… rsssss… Não pela ofensa gratuita dirigida aos professores, mas por ser vítima daquilo que condena: em duas linhas, cometeu ele um erro crasso de concordância! Chame um professor da Semed para ajudar você a encontrar o erro!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *