Terça-feira, prefeito assinará ordem de serviço da Macrodrenagem da Grota do Aeroporto

Publicado em 19 de setembro de 2013

 

Grota-Aeroporto-3

O cerimonial da prefeitura de Marabá, sob a responsabilidade da Secretaria de Comunicação,  começou a trabalhar nesta quina-feira  para organizar a solenidade de assinatura da ordem de serviço  das obras da macrodrenagem da Grota do Aeroporto (foto acima) – o maior projeto de intervenção estruturante e social a ser realizado em toda a história do município.

A data já está acertada: terça-feira, 24.

O local será definido nesta quinta-feira, 19, mas ocorrerá no entorno da área a ser beneficiada pelo empreendimento.

PáduaAntonio de Pádua(foto), secretário de Obras de Marabá, revela que a macrodrenagem da Grota do Aeroporto  mudará o desenho do espaço da cidade.

E explica:

“A solução das questões de drenagem urbana tem sido um dos maiores desafios dos  planejadores e administradores dos grandes centros urbanos do mundo. Nos países ditos  emergentes, este problema foi particularmente agravado pela velocidade do processo de adensamento e urbanização, e pela precariedade da infraestrutura existente, associada à falta  de planejamento urbano, falta de comprometimento e prioridade  e as vezes o perfeito entendimento do projeto e do impacto positivo que a obra trará, além da enorme carência de recursos. Em Marabá, não é diferente, pois seu espaço territorial apresenta uma ocupação desordenada e é evidente a falta de implantação de técnicas destinadas a sanar a problemática dos alagamentos. É urgente a identificação das características técnicas que  propiciem a execução de obras que venham equalizar estes transtornos visando o contínuo e  volumoso crescimento populacional da cidade ao longo dos anos. E a Grota do Aeroporto, juntamente com a Grota Criminosa, são exemplos de problemas que necessitam ser solucionados, urgentemente”.

 

Pádua comemora a assinatura da ordem de serviço como um presente muito especial a ser dado ao povo de Marabá.

“Sabe por que” – indaga, o secretário. “Porque esse projeto estava quase perdido, o governo federal já havia praticamente descartada a intenção de drenar para o nosso município o alto investimento da macrodrenagem, tudo por problemas deixados pela administração anterior. Ao prefeito Salame  deve ser creditado o processo de salvamento do empreendimento, que em suas duas fases, deverão canalizar algo superior a R$ 200 milhões. Foi ele, com as parcerias políticas montadas em Brasília, quem salvou esse projeto, e que será agora iniciado. Sou testemunha dos esforços que o prefeito empreendeu para que a grana dessa macrodrenagem não fosse encaminhado a outro município. Diversas vezes formos a Brasília, nós da secretaria de Obras, para defender o lado técnico da intervenção urbana, ao qual podemos apontar que quando assumimos o processo no início deste ano,  haviam pendências junto a Caixa, de caráter técnico de projeto a mais de 800 dias para serem resolvidas, pontos dos quais  durante a transição de governo iniciamos os primeiros passos que nos fizeram entender cada um deles para nos organizar, planejar e resolver o que era realmente importante para o empreendimento ser aprovado junto aos órgãos ;  e o prefeito, para pressionar o governo federal a manter a o empreendimento”

Pádua destaca a atuação sistemática do prefeito de Marabá junto ao presidente do TCU (Tribunal de Ciontas da União),  Augusto Nardes, para obter aprovação do tribunal aos pleitos da prefeitura de Marabá, no sentido de que a nova administração está empenhada em realizar com seriedade a obra da macrodrenagem.

“A amizade do João com o presidente do TCU ajudou muito. Amigos de longas datas, ficou mais fácil para o prefeito mostrar ao órgão federal a importância da obra para a inclusão de 20 mil pessoas, desde que o tribunal compreendesse a nova ótica de gestão da prefeitura de Marabá”, esclarece o secretário da Sevop.

 

Valor da Obra

O valor da macrodrenagem da Grota do Aeroporto, em sua primeira fase, é da ordem de  R$ – 93.500.000,00 (noventa e três milhões, quinhentos mil reais), com contratação inicial no valor de R$ – 65.540.000,00 (sessenta e cinco milhões, quinhentos e quarenta mil reais).

“Paralelamente às obras da macrodrenagem, o governo, através da Caixa Econômica Federal, destinará de R$ – 59.000.000,00 para construção das 1376 moradias, para as famílias que moram em área de risco, áreas de preservação ambiental ou áreas de intervenção. Essas moradias terão toda infraestrutura, inclusive  serviços de saúde, educação e lazer. A área à ser implantada as moradias será doada pelo Governo Federal”, explica o secretário de Obras.

A macrodrenagem da Grota do Aeroporto abrangerá áreas dos bairros Jardim Vitória, Bom Planalto, Liberdade, Laranjeiras, Independência e Bairro do Aeroporto, beneficiando mais de 20 mil habitantes.

“Mais precisamente, 5.046 famílias serão beneficiadas pela macrodrenagem, que prevê a urbanização da área, pavimentação, drenagem, abastecimento de água, coleta de esgoto, iluminação pública além de regularização fundiária. “, esclarece Pádua,.

Blog apurou que o prefeito João Salame deverá assinar a ordem de serviço numa solenidade pública provavelmente no Ginásio de Esportes “Irmão Teodora”, no bairro Liberdade/Independência.

A macrodrenagem da Grota do Aeroporto será feita pela CCM Engenharia, empresa com expertise em obras de macrodrenagem em todo o país.