Hiroshi Bogéa On line

Prefeito eleito assegura macrodrenagem de Marabá

 

 

Em audiência no Ministério das Cidades, o prefeito eleito de Marabá, João Salame, assegurou o repasse, para o ano de 2013, dos valores  do projeto das macro-drenagens da Grota Criminosa e da Grota do Aeroporto, que somam aproximadamente R$ 200 milhões.

O primeiro repasse do  projeto é da ordem de R$ 47 milhões.

As duas macro-drenagens canalizarão os dois igarapés que cortam pontos distintos do centro urbano de Marabá, acabando de vez com as inundações verificadas no período invernoso – além de urbanização de onze bairros, com serviços de drenagem, pavimentação e outros benefícios.

Em Brasília desde segunda-feira última, Salame manteve contatos também com o Ministro Alexandre Padilha (Saúde), Mendes Ribeiro Filho ( Agricultura, Pecuária e Abastecimento), e a bancada federal que lhe dá apoio na capital federal.

João realiza a sua primeiro viagem de introspecção à Brasília, objetivando  delimitar espaço nos ministérios e garantir recursos à sua futura administração.

Prefeito eleito visita gabinetes acompanhado do deputado federal Asdrubal Bentes e de Paulo Rocha.

Post de 

14 Comentários

  1. patricio castro

    17 de novembro de 2012 - 08:17 - 8:17
    Reply

    olha esse joão ainda vai suprender muita gente vai ser uma dos maiores prefeitos de maraba

  2. Bom senso

    15 de novembro de 2012 - 21:19 - 21:19
    Reply

    Entao pra que fica indignando mais as pessoas de maraba, vc deve ser mmais um riquinho exlorador em maraba onde se as coisas vai bem vc usa o sistema publico se nao vc usa seu poder aquisitivo.
    puro egoismo da sua parte,eu poderia ter uma das maiores fortunas no brasil eu nao aprovaria nem tao pouco exemplicava desastres administrativos, ainda mais usando iniciativas justas do governo federal, abrindo maos de impostos, incentivando o consumo que muitas pessoas antes nao tinham acesso, e hoje tem.
    o fato e que os corruptos alem de manter inumeros e desnecessarios acessores em sua gestao, e secretarias que faz do povo uns analfabetos funcionais, como a de Brasilia- Df
    “me compre um bode anonimo” diminui arrecadacoes, diminui-se os gastos e a prioridade e saude e saneamentos basicos, como vou ter saude em ruas esboracadas e poeiras causando doencas respiratorias e acidentes de transitos (simplificando) como meus familiares terao saude com ruas quintais alagados devido chuvas que inundam devidos os esgotos estarem entupidos, devidos falta de coletas de lixos, enquanto nossos impostos sao arrecadados, e enfiados em bolsos de uns filhos de uma p… covardes que nao se importam com a dor do proximo!

  3. Zeca Tatu

    15 de novembro de 2012 - 18:29 - 18:29
    Reply

    Ta faltando vergonha na cara né hiroshi publique a verdade, esses recursos ja estão assegurados e os convênios assinados a muito tempo rapaz, fale a verdade para a população o João Salame não precisa dessa mentira pra administrar, isso ele fara assim que assumir o cargo, e só ele pode ou não ser um bom prefeito ira depender apenas dele e das escolhas que ele fizer, e lembre-se prefeito eleito não e cargo e apenas uma titulação, ela passa a ser prefeito apenas dia 1º de janeiro de 2013, fale a verdade sobre as noticias seja imparcial e de os créditos a quem e de direito.

    • Hiroshi Bogéa

      16 de novembro de 2012 - 09:16 - 9:16
      Reply

      “Jeca Tatu”, vou levar teu comentário à boca do palco juntamente com post que estou redigindo para te responder.

  4. Anonimo

    15 de novembro de 2012 - 08:58 - 8:58
    Reply

    A materia esta publicada na folha de S.Paulo para quem quiser ver.O caos nas finanças não esta so em Maraba e podemos veificar que no Para podemos exemplificar o caos existente em Ananideua cujo prefeito e filho do poderoso senador Jader Barbalho.
    Ontem em pesquisa na FM 91 a maioria dos entrevistados não sabia nem o que e Republica (Pasmem) demonstrando que grande parte de nossa população infelizmente e analfabeta funcional que acham mais facil atacar como fizeram os acima denominados Bom Senso,Jorge e Jonas.
    Aonde e que o Imparcial viu a estatistica de que Maraba e uma das cidades mais ricas do mundo acho que antes de falar um besteirol destes deveria se informar.
    Aproveito para informar que não sou barnabe (funcionario publico),não conheço o prefeito,não votei nele nas duas eleições e não preciso de favores de ninguem.

  5. silva

    14 de novembro de 2012 - 23:32 - 23:32
    Reply

    esse anonimo 11:05,deve ser um desses que tem portaria e recebem 5 ou 6 mil reais por mes pra fazer nada nos postos de saude e outro locais,dinheiro esse que daria pra pagar funcionarios concursado á anos,queria amigos postadores que todas as pessoas divulgassem as falcatruas da prefeitura pra saber mos a dimensao da corrupçao.

  6. Fernanda Vasconcelos

    14 de novembro de 2012 - 20:05 - 20:05
    Reply

    Marabá pode se preparar para o crescimento. Vejo no Prefeito eleito JOÃO SALAME responsabilidade e crescimento. Vamos esquecer o passado sombrio e acreditar em dias melhores. É hora de todo o Sul e Sudeste do Pará (carajás) tomar o rumo do desenvolvimento com responsabilidade.

  7. Jorge

    14 de novembro de 2012 - 17:40 - 17:40
    Reply

    Ô das 11:05 vc deveria ter vergonha de postar isso ai. O Malino é o Pior Prefeito de Brasil, só vc mesmo pra bajula-lo assim.

  8. Imparcial

    14 de novembro de 2012 - 16:55 - 16:55
    Reply

    Marabá é uma das cidades mais ricas do mundo, por sí só, arrecada e, se bem administrada, teria receitas para todos os seuscredores. Não seria esse caos administrativo que envergonha os mais humildes cidadãos marabaenses. Veja o caso de Curionópolis. Um exemplo de Administração Pública a ser seguida, com muito menos receita e repasses da União.

  9. Antonio

    14 de novembro de 2012 - 16:35 - 16:35
    Reply

    Historia que assombra marabá é de que a CMM está no vermelho, ou seja, gastou mais do que devia e por isto suas contas estao em dificuldades de aprovação.
    Agora imaginem se o medico, que nao medica mais Nagib Mutran que foi ha quase duas decadas atras prefeito de Maraba entende de administração publica, sendo que nem o dever de casa direito ele faz.
    Só fala emlimpar ruas e pagar o pessoal. Nada mais que um carroceiro, ou um poste faria.
    Por isto tomemos cuidado a nos envolvermos em manifestações levadas pela emoção.
    Saibamos a verdadeira origem de toda esta baderna: Os vereadores que nunca fiscalizaram o munipio.

  10. Jonas

    14 de novembro de 2012 - 15:55 - 15:55
    Reply

    Esse cidadão Anonimo das 11:05 deve estar mamando nas tetas da PMM, pq só isso para ele explicar essa barbarida q ele fala, meu amigho sou funcionário público concursado, e hj dia 14/11 não recebi o meu pagamento, vocês sabe o que o seu filho pedir pra tomar um refrigerante e vc n ter dinheiro pra comprar, isso tudo e culpa do atual prefeito, que fez desmandos na PMM.

  11. Bom senso

    14 de novembro de 2012 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Amigo “anonimo”nao vejo justificativas no argumentos de reducao de IPI ter causado caos em municipios, acredito sim em corrupcao em massa de politicos,(safados) a contar com os bens adquiridos por esses (vagabundos) que nao justifica seu ganhos de forma honesta…

  12. PAULO SOUZA

    14 de novembro de 2012 - 12:20 - 12:20
    Reply

    Anonimo, se as receitas diminuem o BOM ADMINISTRADOR diminui as DESPESAS . Maurino não tem o menor controle sobre receitas e despesas….totalmente perdido…

  13. Anonimo

    14 de novembro de 2012 - 11:05 - 11:05
    Reply

    Noticia publicada na Folha de S. Paulo da conta que 90% dos municipios brasileiros terão suas contas identicas a que o prefeito Maurino ira deixar.
    O motivo deste buraco não e somente administração e sim o rombo feito pela redução do IPI para veiculos e eletrodomesticos promovido pelo governo federal e que reduziu drasticamente o repasse do FPM.
    Antes de raivosamente alardearem contra o prefeito Maurino,coloquem a razão antes da emoção e procurem a causa e os efeitos existentes.
    A atual camara de vereadores de Maraba não tem como analizar pois em sua maioria e composta de analfabetos funcionais.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *