Prefeito de Itupiranga está sendo levado para São Paulo: complicações da Covid-19

Publicado em 8 de janeiro de 2021

Nesta tarde de sexta-feira, 9, o prefeito de Itupiranga, Benjamin Tasca, será transferido  para São Paulo, acompanhado em UTI aérea por uma equipe médica.

O estado de saúde dele teve várias complicações nas últimas horas, com o pulmão sendo  comprometido em mais de 70%.

Vítima do coronavírus, inicialmente Benjamin (foto) estava tentando fazer o tratamento em sua residência, em Itupiranga.

Ao sentir à noite o agravamento de sua respiração, ele foi atendido às pressas por um medico daquele município, que o aconselhou ser tratado em Marabá.

Internado no Hospital Unimed, depois de passar dois dias, Benjamin decidiu retornar a Itupiranga, com a intenção de tratar-se mesmo em sua casa.

O estado de saúde não teve nenhuma evolução.

Ao contrário, piorou.

Daí foi conduzido ao Hospital Regional de Marabá, sendo internado na UTI.

À noite de ontem, depois de ser orientada a  trasladar o prefeito a um hospital de Belém, a família de Tasca decidiu conduzi-lo a São Paulo, onde o prefeito tem um irmão médico que pode estar ao seu lado.

A UTI  aérea foi providenciada  e o prefeito recém eleito para seu quinto mandato deixa Marabá ainda esta tarde.

Em Itupiranga, o vice-prefeito José Aparecido Soares Menezes (foto), conhecido como “Professor Menezes”, já  exerce as funções de prefeito interino, na vacância do cargo pelo titular doente.

Como Benjamin Tasca não chegou a   assinar as portarias de todos os auxiliares, após tomar posse, alguns cargos ainda estão vagos, mas Professor Menezes  declarou agora pela manhã que não tomará nenhuma decisão. Vai aguardar a recuperação do titular, para que este defina  auxiliares de sua confiança.

“Menezes fará apenas o trivial, sem invadir a seara que constitucionalmente é do titular eleito pela população”, disse ao blog uma pessoa da prefeitura de Itupiranga.