Prefeito de Belém concede abono salarial aos trabalhadores e trabalhadoras da educação neste mês de dezembro
Prefeito Edmilson Rodrigues assegura que apesar da crise financeira vai garantir a aplicação dos 25% da receita da educação e beneficiar os trabalhadores da educação com o abono de R$ 9 mil neste dezembro

 

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, anunciou nesta segunda-feira, 6, a concessão de abono salarial aos trabalhadores e trabalhadoras da educação lotados na Secretaria Municipal de Educação (Semec).

O benefício é resultante de receita do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), cujo saldo será distribuído à categoria, conforme permite a Lei 14/2020, a Lei do Fundeb, e será pago sem prejuízo do décimo terceiro salário.

Os profissionais de educação municipal concursados e temporários, entre professores merendeiras, porteiros e outros, que atuam na rede de ensino municipal, servidores da Fundação Escola Bosque (Funbosque), receberão de forma proporcional o benefício.

Para quem está na rede desde o início deste ano o valor previsto a ser repassado é de R$ 9 mil. Servidores da educação que ingressaram na rede depois do início do ano receberão o valor proporcional ao tempo de serviço prestado em 2021.

Ou seja, quem trabalhou o ano todo receberá o valor cheio, o equivalente a 12/12. Quem trabalhou, por exemplo, a metade do ano, terá direito a 50% do valor ou 6/12. O cálculo é similar ao feito para o pagamento do décimo terceiro salário.

“Apesar da crise financeira no município e da pandemia, que exigiu investimentos adicionais, e abandono de anos, aplicaremos os 25% obrigatórios na educação, conforme determina a Constituição Federal. Estamos investindo para garantir a qualidade da educação municipal”, destaca Edmilson Rodrigues.

O prefeito ressalta, ainda que são reformas em 77 escolas e mais seis escolas que vão iniciar neste mês de dezembro. “Portanto, serão 83 escolas para garantir o funcionamento digno do sistema educacional municipal”.

Valorização da educação

O abono é uma forma de valorizar o trabalhador da educação do município. Em menos de um ano, a Prefeitura de Belém já entregou três instituições reformadas.

Uma delas é a Unidade de Educação Infantil (UEI) Professor Wilson Bahia de Souza, no bairro do Curió-Utinga. Outra é a Unidade de Educação Infantil (UEI) Cohab III, na travessa L-5, no distrito de Icoaraci. Além do Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie) Gabriel Lima Mendes, no bairro de Nazaré.

A secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt, explica que todos os que trabalham com educação na Semec vão receber o abono. Ela enfatiza que trabalhadores da educação municipal estão com salários defasados há vários anos.

Mas que nesta pandemia eles atuaram de forma dedicada. “Por isso, o abono que o prefeito decidiu lhes conceder neste mês de dezembro representa para todos os educadores um alívio”.