Prefeita de São João tenta colocar Municípío nos trilhos em meio a pandemia, enchentes e saúde precária da população

Publicado em 24 de fevereiro de 2021

Marcellane Cristina soma dias carregados de muito trabalho, em seus pouco menos de dois meses de administração.

Como um tufão, a jovem prefeita de São João do Araguaia não parou até agora, percorrendo os quatro cantos do município para encarar suas mazelas em plena pandemia do coronavírus.

E não são poucas as demandas!

Na área de Saúde, esforços para dar um rumo digno ao funcionamento do Hospital Municipal, que carece do mínimo de infraestrutura e, sem apoio  de outros governos, dificilmente conseguirá amenizar o sofrimento de sua população.

São João do Araguaia tem uma população estimada em 15 mil habitantes,  uma das menores arrecadações entre todos os 144 municípios paraenses para atender demandas dos mais diversos tipos.

Agora mesmo, a prefeitura enfrenta um período invernoso dos mais pesados, com algumas comunidades  invadidas pelas águas dos igarapés e rios que circundam sua geografia – principalmente Araguaia e Tocantins, onde os dois majestosos rios se encontram, quase em frente a cidade.

As vilas de Apinagés e Consulta (primeira foto acima) estão com parte de suas ruas tomadas pelas águas – e a prefeitura sem reserva de recursos para atender flagelados.

Consequência das cheias, as estradas vicinais estão intrafegáveis.

E isso é uma tragédia para quem mora em um Município que  vive economicamente exclusivo da agricultura familiar e pecuária de médio e pequeno portes.

Não existe uma vicinal trafegável.

Pontes inexistentes e, aquelas ainda “de pé”, não passam de dois pontilhões atravessados, como o da foto abaixo, para o cruzamento de caminhões e demais veículos sobre igarapés e riachos, hoje transbordantes.

 

Desde o primeiro dia de sua gestão, iniciada em 1 de janeiro último, Marcellane visita as comunidades rurais para detectar o que pode ser priorizado (e tudo é prioridade!) no afã de tentar viabilizar recursos destinados à melhoria das vias rurais.

Em verdade, Cristina pegou um daqueles “pepinos”  herdados de desgovernos irresponsáveis.

João Neto, ex-prefeito, ficou oito anos à frente da gestão administrativo de São João do Araguaia  sucateando o que restava de pouco.

Os prédios públicos estão ´caindo aos pedaços´.

A sede da Prefeitura Municipal necessita, urgentemente, de uma reforma.

Quem conhece o prédio que simboliza o  poder municipal de SJA  sabe que ele é um genuíno patrimônio histórico, erguido na parte mais alta da cidade, solenemente disposto, soberbo, de frente para o arco que forma o encontro dos rios Araguaia e Tocantins.

Pois bem, esse prédio está ameaçado.

O ex-prefeito João Neto (PTB) ainda teve a ´ideia´ abestalhada de descaracterizar o prédio histórico, demolindo as grandes janelas que pontuavam o imóvel, para colocar em seus lugares janelas comuns.

Um verdadeiro crime de lesa-história.

O prédio imponente da Prefeitura de São João do Araguaia data de 1960.

Numa reforma que planeja fazer, a prefeita Marcellanne  (foto) tentará configurar  o prédio à sua linha original.

Mas não é só isso.

Todos os demais prédios público, como dito antes, estão precisando de reformas.

Principalmente as escolas.

Como as aulas presenciais estão suspensas em São João do Araguaia, o estado crítico das escolas ainda não foi sentido pelo público-alvo, mas a secretaria de Educação  necessita urgentemente de recursos para fazê-los funcionar nos próximos meses, quando as aulas forem retomadas.

A jovem prefeita também está preocupada com a situação dos ônibus escolares, grande parte sem poder trafegar tal o estado mecânico deplorável.

Se as aulas presenciais voltassem a vigorar a partir do mês de março, crianças deixariam de estudar por falta de transporte escolar.

Conversando pelo telefone com um assessor de Marcellanne, o blogueiro foi informado de que o prédio do Hospital Municipal corre riscos de segurança.

“Precisamos o mais rápido possível reformar o prédio do HM e obter alguns equipamentos imprescindíveis para a atividade segura dos médicos que atuam aqui no município”, disse.

Em agosto de 2020, este blog publicou texto sobre  a importância da população de São João do Araguaia eleger Marcellanne Cristina.

O texto se baseava na história sombria de algumas administrações passadas de São João.

Embora o blogueiro não conheça ainda pessoalmente a jovem prefeita, a origem familiar de Marcellanne o credenciava a ser aprovada pelo eleitorado.

Além de jovem e sonhadora, Cristina carrega o amor e sonhos de pai e mãe – estes bastante conhecidos do titular deste blog – que lutaram muito para ver São João trilhar caminhos do verdadeiro desenvolvimento.

Em pouco menos de dois meses de gestão, ela prova que também vai lutar por isso.

E terá total apoio do blog.

São João do Araguaia tem uma ligação muito forte com quem luta pelo desenvolvimento de Marabá, e não merece ficar parado no tempo, cercado de belezas naturais sem que sua população goze do mínimo de dignidade.