Pra não dizer que não falei de borbulhas

Publicado em 6 de agosto de 2007

“Canta coração. Essa alma necessita de ilusão.”

O verso acima, com o som de Fagner anexo, é pra deixar vocês, nesta segunda, com murmúrios de paz no interior. Sem violência.
Atualizo o blog por todo o dia. Estou no sufoco hoje.