Hiroshi Bogéa On line

Pra ler meu “pasquim”

 

 

O “Senadinho”, em Marabá, “funciona” na praça Duque de Caxias, só aos domingos.

Pela parte da manhã, em frente à banca de revistas do Edivan, a turma reúne-se em torno de um banco da praça e manda ver.

É ali que rola o tititi da política. E dos demais assuntos da cidade.

Se passar do meio-dia, o  expediente acaba.

A turma chega cedo.

Na imagem, quem  dava expediente, nesse domingo: Fabiano, João, Amin, “Cabeção”, Bosco Jadão – ex prefeito de Marabá – e James -, de pé;  Sebastião de Souza Castro (Degas), Silvino Santis, Wilsão, Ribamar e João Chamon -, sentados.

 

Post de 

32 Comentários

  1. anonimo

    30 de novembro de 2011 - 23:19 - 23:19
    Reply

    Faltou por parte dos integrantes do sanadinhos presentes no dia dessa foto falar de um dos integrantes fundadores desse senadinnho. Seu Jose Maria Gurgel. Uma homenage postuma a esse membro.

  2. Anônimo Filho de Marabá

    30 de novembro de 2011 - 21:57 - 21:57
    Reply

    Te manifesta Dep.Tião,pois queremos te ouvir.Senão vou mudar meu voto na eleição de 2012. Séria um ato de muita grandeza e humildade se voce Tião,reconhecesse de publico sua grande mancada,e esse espaço do Hiroshi pode te permitir reconhecer sua falha e se comprometer em resgatar para Marabá,isso que foi fato no seu governo com prefeito.Vou ficando poraqui atento ao Blog,esperando tua posição.Com toda certeza no proximo domingo
    os membros do “SENADINHO” colocarão esta matéria em pauta.Um abraço,Hiroshi!

  3. Marabense/Paraense

    30 de novembro de 2011 - 19:28 - 19:28
    Reply

    Na foto do Senadinho, faltaram; Seu Rico, Emivaldo, Plínio, João Holanda, Souza(Banpará), Carlos Maia, Fabiano(Pai), Zé Gaby e o Artur, que sumiu, pois ficou com medo do Eliodoro.No Senadinho ninguém faz fofoca, apenas tecem comentários.
    Como vocês veem, a reunião é democrática composta por Marabaen-
    ses (de Nascimento e Adoção), e está aberta a novas adesões.Tem de tu-
    do, ex-políticos, profissionais liberais, aposentados, comerciantes etc… e
    também simpatizantes e adversários do Maurino e devotos e puxas-saco
    do Tião (os tionetes).
    No Senadinho o objetivo é falar, de preferência mal dos outros, também
    conhecido co Academia, pois todos comparecem com a intenção de praticar a MALHAÇÃO.

    Abraço a Todos.

  4. MARABÁ MELHOR

    30 de novembro de 2011 - 12:03 - 12:03
    Reply

    A pauta de domingo no Senadinho, não pode dispensar o ítem 1. Pois todo castigo pra corno é pouco. Tem que ser debatido. Quem for corno não aparece. Senão..
    Outra coisa, o Pagão apelidou aquela porcaria no meio da praça de Coliseu do Tião. A praça antiga, que tinha mesmo um traçado magnífico, quadrangular, ajardinado, passeios assimétricos, e tudo mais, apagaram da memória. Vamos falar mal do Baixinho Irritado, Caga Raiva, que traçou aquele porcaria, sim. E vamos, pelo Senadinho, abrir a campanha para demolir aquele penicão cheirando a mijo.Pô, o Tião deu uma mancada que vai sofrer na lingua venenosa do pessoal do Senadinho. Deus me arrede..

  5. Marabá Melhor

    30 de novembro de 2011 - 10:24 - 10:24
    Reply

    Quanto a pauta 3 não podemos crucificar o arquiteto que apenas elaborou o projeto, mais devemos nos ater ao senhor Ex prefeito Tião Miranda que com certeza não voltará a prefeitura, o homem tem acabeça dura na época que foi mostrado o projeto da costruçao desta porcaria, ele foi chamado na Cãmara para fazer a defesa, e no momento a comunidade lhe falou que deveria recuperar o desenho das duas praças (que era lindo) resgatando nossa história,e o ditador foi duro, dizendo que o projeto tinha que ser aquele e portanto seria executado, mais uma vez não ouvindo a população como é de seu costume, hoje taí niguem gosta, os que estão trabalhando nos box cedido pela prefeitura que diga o grau de satisfação. Aproveitando o espaço só para dizer que o Deputado Tião esta contrario a criação do Estado de Carajás se alguem viu alguma ação do mesmo na camapanha do SIM informe a todos nós que estamos querendo saber. SIM 77 JÁ
    Carajaense

  6. joao filho

    30 de novembro de 2011 - 01:23 - 1:23
    Reply

    Egua,bicho. Fazia tempo que eu nao via uma onda dessa.Que legal, cara.

  7. Anônimo Filho de Marabá

    29 de novembro de 2011 - 23:26 - 23:26
    Reply

    Hiroshi,boa noite!
    O senadinho das 17:49, sugere uma pauta com cinco itens,quero destacar duas: a 3 e 4,porém para a terceira sugiro que nunca mais coloque este tal honorinho”recalcado”,para trabalhar um projeto dessa grandeza.O quarto vou torcer muito(votar)mais uma vez no Tião,por tudo que fez por Marabá, só espero que depois de sua grande VITORIA,que lhe conduzirar ao comando de nossa querida cidade,que está no fundo do poço,pesso a DEUS que o ilumine para resgatar tudo de bom que nossa gente merece.Portanto ficarei na certeza que este “MURO HORRIVEL”, feito pelo aprendiz de Arquiteto seja demolido e que possamos ter as duas maravilhas de volta (PRAÇA DUQUE DE CAXIAS)separadas uma da outra nos permitindo ter acesso a 5 de Abril e Tres de Maio.Espero que o Dep. Tião leia e responda ao Blog.Que Deus te ilumine Hiroshi!

  8. Senadinho

    29 de novembro de 2011 - 17:49 - 17:49
    Reply

    Sugiro uma pauta:
    1) falar mal dos cornos
    2) falar mal do PT, PSTU,Psol que são contra o SIM
    3) falar mal do Honorinho que fez aquele estrago na nossa praça
    4) falar mal do Tião que construiu aquela porcaria lá
    5) falar mal, de quem mesmo?

  9. Anônimo

    29 de novembro de 2011 - 14:00 - 14:00
    Reply

    Mestre Cunha, sempre com uma palavra amiga, professoras Santa e Julieta, ensinando o ABC, Orlando Lobo, Pedro Marinho, Neuto Leal, seu Ribamar, João Maria Barros, seu Sabino, Félix Marinho, Carlito Teixeira, seu Pacheco, Hélio (o vulgo feio),Domingo Alegre no Cine Marrocos, Uirapuru, tertúlias no Alavanca…
    Eu era feliz e não sabia.

  10. Marabaense e Remista

    29 de novembro de 2011 - 13:48 - 13:48
    Reply

    Parece reunião do Clube dos Idosos, só falta a mesa de dominó.

  11. Flamenguista este Sim

    29 de novembro de 2011 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Anonimo das 8:13 vc quis dizer Botafogo? é o famoso fogo de palha sò tem aranque depois vira cinzas, o nome ja diz Botafogo mais não pega. com a palavra os sofredores, se o campeonato tivese mais uma rodada o pobre time ia parar na zona de rebaixamento.rs…

  12. ANONIMO

    29 de novembro de 2011 - 08:13 - 8:13
    Reply

    Na foto àcima,identificamos que apenas dois dos presentes,expõem suas simpatias clubísticas,mas na realidade,a maioria dos fotografados,torce pelo quarto time do Rio,o menor dos maiores,e que por motivos mais que óbvios,não exteriorizam sua paixão clubística,perfeitamente compreensível,às lágrimas….

  13. Marabá Melhor

    28 de novembro de 2011 - 23:47 - 23:47
    Reply

    Nosso povo nossa gente é assim que somos marabaense nato com muito orgulho e historias para contar difrente destes que nos chamam de forasteiros, que nunca tomaram banho no Tocantins tirando pontinha do cais e mergulhado atràs de castanhas ou descendo o serrotão no Itacaiunas tempo bom, hoje sò nos resta saudades e a vontade de ver nossa Marabà e região desenvolvida, voto no SIM 77 . Hiroshi vc sempre atento a tudo e a todos parabens é isto que faz de vc diferente dos demais abraços em vc dona Lurdes mulher guerreira e no seu João outro pioneiro desbravador.

    • Hiroshi Bogéa

      29 de novembro de 2011 - 07:50 - 7:50
      Reply

      Obrigado, Marabá Melhor. Em nome dos meus queridos “velhos”, a satisfação pela lembrança. Abs

  14. saudisita marabense...

    28 de novembro de 2011 - 19:04 - 19:04
    Reply

    É uma foto que me remete aos bons e velhos tempos de minha Marabá querida. Evidente que muitos outros que não estão aí também ajudaram na construção de nossa história. Mas, aplaudo a iniciativa deste encontro dominical de marabaenses da gema, o que nos dias de hoje é difícil de faze-lo. Quanta história, principalmente na política com “seu” Bosco – prefeito e o Chamon, sim um vereador que fez de sua passagem um marco na nossa redemocratização na epoca da ditadura. O Dr. (advogado) Degas, grande causídico e tambem ex -atleta, enfim, todos tem um pedaço de historia prá contar. Os mais novos dalí tambem tem sua historia com o prof. Wilsão e o grande blogueiro Ribamar. Mas, cá prá nós, como o Chamon era um baita goleiro do Marabá e da nossa seleção. Bons tempos. Parabens de novo pela ideia do encontro dominical. Vou aparecer por lá. Me empolguei…. abraços marabaenses

  15. Mulher da limpeza

    28 de novembro de 2011 - 17:57 - 17:57
    Reply

    Karla Mauês;
    Se vc fosse uma formiguinha, e se atrevesse ficar no meio destes homens seria estraçalhada com certeza: por uma mulher.
    Como vc é ousada!
    Além de ficar tentando levantar questionamentos que todo mundo não para de questionar.
    Seja mais criativa!
    Mulher precisa ser criativa para conquistar.

  16. PEDRO PAULO VELHA MARABA

    28 de novembro de 2011 - 15:48 - 15:48
    Reply

    OLA HIROSHI!
    Concordo com o Sr sobre as ilustres figuras da foto, tenho certeza que todos são capazes, porem infelizmente ambos não tem poder de influencia e muito menos de decisão, nos assuntos do nosso 77 sim, e de administrar nosso municipio. Porem fica aqui minha expectativa para que todos sejam felizes e que continuem seu trabalho de tentativa de serem requeconhecidos seus comentarios sobre nossa Marabá.

  17. Fabiano Botelho

    28 de novembro de 2011 - 15:33 - 15:33
    Reply

    É com enorme satisfação que dedico o escrito abaixo a estes ilustres filhos de Marabá.

    Marabá é “minha” sim. É a cidade onde nasci, cresci, vivi e ainda vivo. Amo-a de paixão. Impossível identificá-la com simples palavras. É brutal. É cosmopolita, é caleidoscópica, é espantosa, é dinâmica, é estranha, é vibrante, é violenta, é improvisadora, é contraditória, é ousada. Todas estas e muitas mais a identificam.
    Marabá é Marabá, com sua própria identidade é grande, promissora, charmosa, culta, “multitudo”.
    Amo Marabá pelos contrastes entre o belo e o feio, o bom e o ruim, o antigo e o moderno. De um lado, a riqueza das siderúrgicas e da pecuária representando as elites. Do outro, os mototaxis, que driblam o trânsito paralisado e fazem a cidade funcionar, representando a luta pela sobrevivência de uma minoria excluída.
    Amo seu visual caótico, suas mil faces, brancas, amarelas, negras, mais ou menos “torradas”.
    Amo os cheiros de Marabá: cheiros de gasolina, de álcool de escapamentos, das comidas dos restaurantes costa pra rua, do lanche da rodoviária, de perfumes baratos, desodorantes, cheiro de gente; cheiro das frutas misturado com o de peixe aos domingos na feira da 28, e resultando um cheiro único e especial.
    Amo Marabá pelas suas lindas praias: praia do Tucunaré, praia do Meio, Praia do Geladinho e Praia do Espirito Santo.
    Amo os sotaques de Marabá, que tem uma língua própria, amálgama gerado no caldeirão de raças que aqui chegaram.
    Amo a Marabá multicultural e multirracial e sua aceitação incondicional e sem preconceito dos que chegam a ela.
    Enfim, amo tudo de Marabá. E por amor aceito suas qualidades e seus defeitos, suas vantagens e desvantagens. Quero escrever sobre ela, passar minhas emoções, compartilhar com outros que lhe dedique idêntico amor.
    Mas, escrever sobre Marabá é uma temeridade. É um teste de múltiplas escolhas. Do que escrever? Escrever sobre a Marabá dos nossos sonhos? Sobre a cidade surpresa? Sobre os sons, os sabores, a sofisticação, os sotaques da cidade?
    Para quem escrever? Para aqueles que também amam Marabá porque “Só quem ama é capaz de ouvir e entender estrelas”, como disse o nosso Olavo Bilac.
    Como escrever? Com emoção, expressando sentimentos que “pegam” no dia-a-dia? Com objetividade, apenas narrando? Com orgulho de seu gigantismo, seu progresso? Com saudades, mas não saudosismo?
    Para os que falam mal de Marabá, ofereço um olhar sarcástico, um sorriso cinico e um caloroso abraço de Anaconda.

  18. ANONIMO

    28 de novembro de 2011 - 15:19 - 15:19
    Reply

    O poster, de forma deselegante,nomeou todos da foto,menos o último à esq. dos que estão em pé,é o James,de tradicional familia marabaense,com´raízes em Itupiranga também.Feito o reparo.

    • Hiroshi Bogéa

      28 de novembro de 2011 - 16:48 - 16:48
      Reply

      Anônimo 15:19, tenha plena certeza de que cometi um grasso erro por desatenção mesmo na hora de nomear, pela ordem, os personagens da foto. Jamais tenha o erro como um gesto deselegante de minha parte. Nem haveria motivo para isso já que fiz questão de registrar os amigos da foto numa rápida passagem pela Velha Marabá, naquele domingo. O James é um velho amigo meu, com quem sempre falo quando me encontro eventualmente pela cidade, nascido em Itupiranga e parente do deputado Wandenkolk, outro itupiranguense de respeito e ligado a nós. Já estou corrigindo o erro imperdoável de um redator que fez a legenda sem checar, cabeça por cabeça, digamos assim. Um abraço e obrigado pelo puxão de orelha.

  19. A Força do SIM...

    28 de novembro de 2011 - 14:47 - 14:47
    Reply

    Só gente da melhor qualidade, marabaenses de verdade, como a gente. Mas “Marabá melhor”, aí tú pegou pesado, com essa galera aí que tú citou, ninguém podia dar as costas antes da dispersão total rsrsrsrsrs…bricadeira!
    Saudades da Marabá antiga!

  20. joao filho

    28 de novembro de 2011 - 14:03 - 14:03
    Reply

    parece que voce, maraba melhor, e da nata. so falta voce tambem.

  21. Marabá Melhor

    28 de novembro de 2011 - 12:30 - 12:30
    Reply

    Só faltou o Clúdio Pinheiro, Janari Damascena,Junior Bola de Sebo,Junior Gia e Paulo galinha…Rs

  22. Marabá Melhor

    28 de novembro de 2011 - 12:26 - 12:26
    Reply

    Desu me livre da língua do galego Amim.rs…

  23. João Dias Aragão

    28 de novembro de 2011 - 11:20 - 11:20
    Reply

    Você viu o cabeção por aí?

    O número de notáveis que compõem o “Senadinho”, corresponde a onze integrantes, verdadeiros craques de futebol (Cabeção e Dega), políticos (Bosco Jadão) e médicos (Silvino Santis) que fizeram e fazem o orgulho de ser marabaense. Parabéns a essa galera que muitas recordações me trazem.

    Tijuca, Rio/Rj.
    João Dias

    sds. marabaenses.

  24. Claudio Pinheiro filho

    28 de novembro de 2011 - 10:03 - 10:03
    Reply

    Esse é um colegiado de respeito! Rsrsrsrrsrssr

  25. Carlos

    28 de novembro de 2011 - 09:22 - 9:22
    Reply

    Faltou aí nessa foto, integrantes com camisetas dos times do Pará.
    Obs.: Saudades mesmo do velho Folhetim Pasquim, como era bom!
    Abraços

  26. EBGB

    28 de novembro de 2011 - 07:31 - 7:31
    Reply

    Bom dia,Hiroshi!
    Legal saber que essa turma se reuni aos domingos na saudosa duque de caxias(fofocando)no bom sentido.Só acho que esta faltando nos dois.Abs

  27. Anônimo Filho de Marabá

    28 de novembro de 2011 - 00:12 - 0:12
    Reply

    Hiroshi,que legal ver essa turma reunida,colocando os assuntos politicos/administrativos em dia.Que saudades do velho Chamon,brilhante e atuante vereador em Marabá e lutador junto com outros não menos brilhante, que brigaram pela redemocratização do Brasil no antigo MDB,o Degas “integro e etico” uma reserva moral da OAB-PA,Dr.Silvino o Prof.Wilsão sempre polemico,mas o incone da cultura Marabaense,João Clesio”CABEÇÃO”, que muitas alegrias nos proporcionou com ZAGUEIRÃO do tradicional e saudoso Club Atletico Marabá,que alias teveo mlhor goleiro da sua historia”CHAMON”,mestre Bôsco por muito Veneravel Grão mestre da Loja Maçonica Pioneira Marabá,Ex-Prefeito de Marabá,outra reserva moral de MarabáQuem sabe um domingo desses me unirei a eles para dar minha singela contribuição e juntos relatarmos os bons tempos de outroraquando se podia chegar das festas do PINGUIM do ALAVANCA e outros e encontrarmos nossas portas apenas encostadas ou mesmo abertas,que saudades Hiroshi.Aos outros amigos da foto um forte abraço.Hiroshi o saudosismo nos alimenta,vc nos proporciona momentos memoraveis e felizes.Parabens,Parabens,Parabens!Quero dar uma sugestão,está na hora de criarmos a “ASSOSSIAÇÃO DOS AMIGOS DA PRAÇA DUQUE DE CAXIAS”e reivindicarmos a derrubada desse paredão que uniu as duas praças tirando de nos a bela vista que tinhamos do Majestoso Tocantins,e propria estética que era localização das duas praças,lembro-me do Bar do Mestre Orlando que se loclizava na esquina da Antonio Maia com 3 de Maio,do tacacá da Açucena de onde se podia desfrutar daquele visual fantastico que e o digo,Majestoso Tocantins.Todas as obras do ex-prefeito Tião Miranda, foram da maior importancia,porém não sei aonde ele estava que permitiu aquela construção feia mauprojetada,sem sentido algum,pois subtraiu de nos algo importante do nosso cotidiano e da nossa historia.Acredito que à tempo de resgatarmos essa parte da nossa historia, voltando como antes,separando as duas criando o retorno entre uma e outra pra a tres de maio e 5 de Abril.Um beijo,Hiroshi!

  28. &&&&&&

    27 de novembro de 2011 - 23:42 - 23:42
    Reply

    Hiroshi;
    Não estou vendo vc.
    Se escondeu atrás da máquina para não aparecer, né?

  29. Anônimo Filho de Marabá

    27 de novembro de 2011 - 23:18 - 23:18
    Reply

    Hiroshi,que legal ver essa turma reunida,colocando os acontecimentos politicos/administrativos em dia.Que saudades do velho Chamon,como vereador em Marabá,o Degas “integro uma reserva moral da OAB-PA,Dr.silvino,Prof.Wilsão o icone na cultura Marabaense,Cabeção quantas alegrias nos deu como ZAGUEIRÃO dos tempos bons do saudoso Club Atletico Marabá,que alias tinha também o melhor goleiro de sua historia(CHAMON),Mestre Bôsco, Grande veneravel da Loja Maçonica Pioneira por muitos mandatos e ex-prefeito de Marabá.Quem sabe um Domingo desses me unirei a eles,para juntos retratarmos as coisa boas dos bons tempos, em que se podia dormir na porta de nossas casas,ou mesmo deixa-las com as portas abertas.Aos outos da foto; um forte abraço.Hiroshi vc nos proporciona momentos memoraveis! Parabens,Parabens,Parabens!.Em tempo seria otimo se criar um movimento,e criarmos a assossiação da PRAÇA DUQUE DE CAXIAS, e reinvidicarmos a administração,que derrube esse paredão aonde antes existiam duas praças e oreferido veio paranos impedindo de ter aquela janela para o majestoso Rio Tocantins,lembro-me do Bar do Orlando na esquina da 3 de maio com Antonio Maia,do tacacá da Açucena, pois de la se avistava o magestoso tocantins.Todas as obras do ex-prefeito Tião são de fundamental importancia, mais esta da praça não sei onde ele estava,pois subtraiu de nos algo importante do nosso cotidiano e de nossa historia.Acredito que à tempo para resgatarmos tudo isso.Vamos ter fé em Deus! Um Forte abraço,Hiroshi.

  30. Karla Maués

    27 de novembro de 2011 - 23:00 - 23:00
    Reply

    Depois de um longo periodo para reflexão….Não resisti a esta foto repleta de galãs tentadores.
    Além do mais, papo de homem é sempre muito interessante e em tempo de plebiscito fica melhor ainda. Se eu fosse uma formiguinha, ficaria por perto, pois com certeza, o aprendizado seria grande e a diversão garantida.
    Antes de ser estraçalhada, por algum dedinho assassino, ousaria perguntar ao senadinho , por exemplo:
    1) De quem partiu o destrambelhado desenho do mapa da divisão? Tivessemos ido com menos sede ao pote, e sugerido dividir a região no meio como foi com Goias e Mato Grosso, com certeza as chances seriam maiores. (Deixando Altamira no Pará é claro!)
    Mas NÃO! Os destrambelhados , decidiram literalmente destruir o Pará. Ai, até por uma questao de sobrevivencia, os paraenses da gema tiveram que reagir logicamente. Estão certissimos! Tem que votar pelo NÃO 55!
    2) A s áreas invadidas das cidades mostradas na campanha, estao realmente numa pernúria de dar dó. A pergunta ao senadinho, que não quer calar é: Como os prefeitos destas cidades estão aplicando o FPE, Icm, Icms ? Cade a prestação de contas ?
    3) Quem vai herdar a divida do Pará, dos investimentos feitos em todo o territorio??
    Bem, amanha tem mais, super beijos pra todos e boa semana!
    Fiquem com Deus!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *