Hiroshi Bogéa On line

Prá lá, prá cá

Vida de ribeirinho é assim.

Na mansidão do Tocantins, o remo conduzido por mãos firmes no jacumã da canoa que leva a família de um lado a outro. Numa nesga de praia, alguém aguarda a volta do canoeiro para seguir o mesmo rumo.

Vida de ribeirinhos na paz das águas tocantinas em tempo de verão.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    5 de julho de 2008 - 17:34 - 17:34
    Reply

    Enquanto as barragens não chegam.

  2. Hiroshi Bogéa

    30 de junho de 2008 - 18:22 - 18:22
    Reply

    Engano seu, 1:46 PM.
    Trata-se do Tocantins, sim. Acima de São Sebastião, é ou não nas “nossas imediações?
    Você está precisando apenas andar um pouquinho mais pra conhecer outros tipos de embarcações.
    Navegar é preciso.
    Um abraço.

  3. Anonymous

    30 de junho de 2008 - 16:46 - 16:46
    Reply

    Pelo tipo de embarcação eu diria que não se trata do tocantins pelo menos, em nossas imediações.

  4. Hiroshi Bogéa

    26 de junho de 2008 - 21:25 - 21:25
    Reply

    3:53 PM, você tem toda razão. Acabei de chegar em Marabá agora, às 18 horas. Passei o dia fora, a trabalho. Vou me inteirar do cenário para redigir a coluna do Diário e atualizar amanha cedo o blog.
    Preço desculpas a todos, parceiro.

  5. Anonymous

    26 de junho de 2008 - 18:53 - 18:53
    Reply

    mais pra lá do que pra cá.

    as notícias fervilham aqui em Marabá e o melhor blog que temos não as noticia.

    kd vc. hiro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *